Salários

Acordo com Sindicato dos Atletas garante Avaí na Série A do Brasileiro

O Avaí vai mesmo disputar a elite do Campeonato Brasileiro em 2022. Isso foi confirmado depois da denúncia do Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado de Santa Catarina (SAPFESC) ser arquivada pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

"O Avaí Futebol Clube informa que alcançou acordo com o Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Estado de Santa Catarina com relação à denúncia envolvendo atrasos de salários do ano de 2021. A denúncia ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) foi arquivada e o Avaí não corre mais nenhum risco de perda de pontos ou da vaga na Série A", anunciou o clube em comunicado oficial.

Em dezembro do ano passado, sete jogadores - Diego Renan, Edílson, Iury, João Lucas, Jonathan, Rafael Pereira e Ronaldo - entraram em contato com SAPFESC para fazerem uma denúncia sobre o não pagamento de salários atrasados. O sindicato entrou com uma ação no STJD e o Avaí corria o risco de ser punido com a perda de pontos na última Série B do Brasileiro, o que acarretaria na perda da vaga conquistada em campo para a elite.

A nova diretoria, que tomou posse no dia 1.º de janeiro deste ano, conseguiu fazer o pagamento de alguns salários atrasados e chegou a um acordo com o SAPFESC para que a denúncia não fosse levada adiante.

"A gestão que assumiu o clube em 1o de janeiro encontrou a situação posta e trabalhou na sua resolução com a maior clareza e transparência com os envolvidos. Fruto disso, o resultado de hoje encontrado no despacho do STJD que informa o arquivamento", finalizou o Avaí em sua nota oficial sobre o assunto.