Assine e navegue sem anúncios [+]

Acordo comercial com Inglaterra em 2020 é possível, diz chefe do Tesouro dos EUA

O secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, sugeriu que o país pode chegar a um acordo comercial com a Inglaterra ainda em 2020, apesar de divergências acerca de uma taxa sobre serviços digitais e sobre a possibilidade de permitir que a empresa chinesa Huawei construa partes da rede móvel 5G inglesa.

"Estamos focados em tentar fazer isso neste ano porque achamos que é importante para nós dois", disse a uma audiência no think tank Chatam House, em Londres. A Inglaterra deixa a União Europeia em menos de uma semana.

Mnuchin visitou o país após o encontro do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça. Ele conversou com o chefe do Tesouro britânico, Sajid Javid, tanto em Davos quanto em Londres.

Os EUA têm pressionado a Inglaterra e outros aliados para banir a Huawei de seus mercados de tecnologia 5G, afirmando que a empresa seria um risco de segurança. Em uma ligação na sexta-feira, 24, o presidente americano Donald Trump e o primeiro-ministro britânico Boris Johnson discutiram cooperação para garantir a segurança de redes de telecomunicação.

O governo americano também é contrário à criação de uma taxa que vise especificamente empresas digitais. A Inglaterra planeja implementar o imposto, para prevenir sonegação fiscal, ainda em 2020, mas diz que um acordo internacional acerca do funcionamento de taxas globais seria suficiente para abandonar o projeto.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK