Publicidade
Dicas

Acupuntura: dores e problemas que podem ser tratados

(Foto: Divulgação)

A acupuntura é uma das formas de tratamento tradicionais mais antigas que ainda estão amplamente em uso por todo o mundo. Como você já deve imaginar, essa é uma técnica que foi desenvolvida na China e, assim como muito da medicina tradicional desse povo, se disseminou.

 Hoje em dia essa técnica tradicional chinesa é amplamente utilizada para o tratamento de dores que vão desde um dente que inflama a gengiva até mesmo dores neurológicas.

 Curioso para saber quais tipos de dor e outros problemas podem ser tratados com essas agulhas? Continue lendo esse texto e descubra!

Como a acupuntura trata problemas de saúde

Se olharmos para a explicação mais tradicional, ela leva em consideração o indivíduo como um todo, ou seja, ela é holística. Primeiramente, a sua função seria equilibrar a energia do corpo através de pontos chamados meridianos que não são em qualquer local.

 Cada grupo de meridianos correspondem a órgãos específicos do corpo e para tratá-los seria necessário a aplicação das agulhas metálicas.

 Ao alinhar esses canais energéticos, a energia do indivíduo, mais precisamente o yin e o yang entram em equilíbrio. Isso, em tese, resolveria os problemas sendo tratados, seja uma dor ou mesmo problemas psicológicos.

 Claro, essa explicação não seria aceita pela comunidade científica no ocidente.  Contudo, apesar de não existir uma teoria completamente aceita, a eficácia do tratamento pode ser observada em diversos estudos.

 Hoje a teoria mais aceita é que as agulhas estimulam terminações nervosas específicas que modulam a forma como você se sente. Sendo assim, pode ser gerado bem-estar ou mesmo modular neurotransmissores envolvidos na depressão e ansiedade.

Quais dores posso tratar com essa técnica?

A resposta é bastante ampla, pois a terapia chinesa com picada de agulhas pode ser utilizada vastamente. Desde dores crônicas ligadas a doenças sérias até mesmo cefaleias mais simples, porém recorrentes.

A dor é uma situação bastante comprometedora, pois aos poucos retira a qualidade de vida do indivíduo. Por vezes até mesmo confinando-o a uma cama. Nesse sentido, procurar soluções que ajudem a manejar o desconforto é sempre válido.

 Nesse sentido, está a acupuntura. Contudo, ele não pode ser utilizado como principal terapia, mas sim como adjuvante daquela que foi receitada pelo seu médico tradicional.

 Dentre as dores tratadas por essa técnica de mais de 5 mil anos estão:

 

  •         Dores inflamatórias, para quem acabou de retirar um dente, por exemplo;
  •         Cefaleia e enxaqueca;
  •         Dores de estômago proveniente de gastrites ou úlceras;
  •         Dor no nervo ciático;
  •         Dor na lombar;
  •         Dores relacionadas a artrite reumatoide; dentre outras.

 

Caso você esteja passando por uma situação dolorosa e ela não esteja descrita nessa lista, não deixe de se consultar com um especialista. Nem sempre é possível englobar toda uma ciência em um texto, contudo, um bom profissional certamente saberá te responder.

O que mais pode ser tratado?

Além das dores, a acupuntura também é um ótimo coadjuvante no tratamento e manejo de inúmeras outras situações. Desde o combate a infecções e seus sintomas como a gripe comum, também é possível manejar situações alérgicas como:

 

  •         Sinusite;
  •         Rinite;
  •         Resfriados;
  •         Asma; e
  •         Bronquite.

 

Como essa forma de tratamento não tem limitação de idade, essa é uma boa notícia para os pais, já que crianças são as que mais sofrem com esse tipo de doença. Elas finalmente terão uma melhor noite de sono.

E se ainda houver o famoso medo de agulha ainda é possível fazer o tratamento a laser. Sim a tecnologia avançou muito. Hoje nem precisam ser mais agulhas, podendo ser pontos de pressão.

Existe hoje até uso estético dessa prática milenar. Várias pessoas a utilizam para perder peso, auxiliando na liberação de toxinas, líquidos e a queimar gordura localizada.

Além de situações físicas você também pode apostar no tratamento com agulhas para enfermidades mentais tais como ansiedade e depressão. Tendo assim um ótimo tratamento coadjuvante no manejo dessas sérias condições.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES