Na Lapa

Adolescente é apreendida e confessa ter planejado e encomendado a morte do próprio pai

Uma adolescente de 16 anos foi apreendida pela Polícia Civil acusada de planejar a morte do pai e da namorada dele. O crime aconteceu durante a madrugada deste sábado (05 de maio), quando dois jovens invadiram a casa da família e esfaquearam o casasl. 

Ao prestar depoimento logo após o crime, a jovem disse ter ouvido um chute na porta seguido de uma discussão. As investigações, contudo, logo apontaram que a adolescente poderia estar mentindo. A suspeita, nascida a partir de contradições no depoimento da garota, se confirmaram depois da identificação de um adolescente de 16 anos, amigo da filha, e de um outro rapaz de 19, sobrinho da vítima, que teriam confessado o crime.

Levada à Delegacia da Lapa ainda na tarde de hoje, a suspeita prestou depoimento e confessou ter pago aos jovens para que assassinassem seu pai. A menina disse que não aguentava mais ser mal tratada e que já planejava o crime há cerca de uma semana.

De acordo com a Polícia Civil, o principal motivo da insatisfação da garota seria a 'falta de liberdade'. Até pouco tempo ela morava com a mãe, que não a deixava namorar. Acabou se mudando com a promessa de que o pai seria mais flexível, o que acabou não se confirmando. Foi aí que a jovem tratou de encomendar a morte do próprio pai.