Viralizou

Advogado simula agressão e empurra colega durante julgamento no Paraná. Veja o vídeo

(Foto: Reprodução)

Uma cena durante o julgamento que culminou na condenação de Luis Manvailer a 31 anos de prisão pelo homicídio da esposa Tatiane Spitzner viralizou nas redes sociais nesta segunda (10).  Nela, o advogado de defesa Cláudio Dalledone balançou o pescoço com força e empurrou a advogada asssistente ao simular uma agressão. O julgamento aconteceu no Fórum de Guarapuava. 

Dalledone tentava reproduzir o que teria ocorrido no assassinato de Tatiane Spitzner em 22 de julho 2018. Após a "encenação", a assistente da defesa chegou a perder o equilíbrio e se apoiou em uma mesa para não cair. 

"Tenho convicção que as demais advogadas concordam que para defendermos nossas convicções, estamos dispostas a tudo", diz advogada

Em vídeo, publicado nas redes sociais na noite desta segunda, Daledone e advogada assistente Maria Eduarda Lacerda defenderam o que chamaram de dinâmica ensaiada. "A Maria Eduarda é uma advogada criminalista, que trabalhou no caso que nos auxiliou com perguntas, e que participou de dinâmica ara mostrar aos jurados que seria impossível uma esganadura sem deixar marca no réu. Nós treinamos essa dinâmica. Ela não teve nenhuma lesão. Ela é uma advogada iniciante excelente", afirmou o advogado.  

Maria Eduarda, por sua vez, completou dizendo que foi uma honra participar da dinâmica e que não se sentiu subjulgada como mulher participando da simulação:  "Foi uma honra de participar e auxiliar nesta dinâmica. Essa prática é fundamental na advocacia de Tribunal de Júri em grandes casos. Foi tudo treinado, não fui pega de surpresa. Eu não fui subjulgada como mulher. Eu não acredito que isso denigra a minha imagem, pelo contrário realça a minha imagem como advogada. Tenho convicção que as demais advogadas concordam que para defendermos nossas convicções, estamos dispostas a tudo em plenário".