Publicidade

Aérea de baixo custo JetSmart pede autorização à Anac para operar no Brasil

A companhia aérea de baixo custo JetSmart, controlada pelo fundo norte-americano Índigo Partners, pediu junto à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) autorização para atuar no mercado brasileiro. A empresa quer operar rotas partindo de Argentina e Chile para o País.

Em nota, a Anac lembra que além da JetSmart outras quatro empresas vieram para o País desde a desregulação da franquia de bagagem. Três empresas estrangeiras de baixo custo já atuam no mercado local: a europeia Norwegian, a chilena Sky Airlines e a argentina Flybondi.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES