ONG centenária

AFS abre inscrições para jovens brasileiros que desejam estudar no exterior

(Foto: Divulgação)

Mais antiga organização de intercâmbio do mundo, o AFS Intercultura Brasil está com inscrições abertas para estudantes brasileiros que desejam cursar ‘high school’ no exterior no segundo semestre deste ano e no ano de 2022. Há vagas para mais de 50 países de diferentes continentes.

O programa educacional é destinado a jovens com idades entre 14 e 18 anos, com duração de um ano, um semestre, um trimestre ou um bimestre letivo, dependendo do país escolhido. O participante irá morar na casa de uma família selecionada e preparada pelo AFS, que também possui escolas parceiras no país de destino do jovem. As instituições de ensino colaboram para descobertas e a troca de conhecimento culturais entre alunos, professores e participantes estrangeiros.

Um dos diferenciais do AFS, ONG sem fins lucrativos, é a experiência centenária em proporcionar a jovens a oportunidade de morar e estudar com segurança em nações distantes de casa, onde adquirem novos conhecimentos, aprendem outro idioma e têm a chance de lidar com diferentes culturas. A organização soma 105 anos de história e está presente em mais de 60 países.

No Brasil, o AFS já enviou e recebeu mais de 14 mil intercambistas por meio de parcerias com 400 escolas pelo mundo. Pais que já fizeram intercâmbio pelo AFS hoje encaminham os filhos para vivência em outros países pela mesma organização, repetindo histórias de sucesso na aquisição de novos conhecimentos, crescimento pessoal e laços de amizade com pessoas de outros países.

O processo para o programa começa com uma entrevista aprofundada tanto com a família do estudante que vai fazer o intercâmbio quanto com a família que irá recebê-lo. Antes de embarcar para o país de destino, o estudante participa de treinamentos. Após a experiência os jovens também são ouvidos pela ONG, uma vez que o AFS desenvolve um programa educacional de formação de cidadãos globais.

Durante o intercâmbio, os estudantes contam com conselheiros – um deles no país de origem e outros dois na nação onde vão estudar. No exterior, um conselheiro é voluntário da organização e mora na região da família hospedeira do jovem, o outro é um profissional do AFS. “O trabalho do conselheiro local consiste em acompanhar a experiência do participante e da família hospedeira no sentido de ajudá-los a superar dificuldades causadas, principalmente, por má interpretação do que o outro fez ou quis comunicar; descuido em não passar informações necessárias; diferenças fundamentais em termos de necessidades ou personalidades; diferenças culturais”, explica Thaís Almeida, gerente de Desenvolvimento Organizacional e Educação do AFS.

Tantas experiências de sucesso renderam ao AFS Intercultura Brasil, que faz parte da rede AFS Intercultural Programs, o reconhecimento, em 2019, como umas das 100 melhores ONGs pelo Instituto Doar e a Rede Filantropia (https://melhores.org.br/em2019/).

Novo normal
Desde o ano passado quando teve início a pandemia de coronavírus, o AFS desenvolve uma série de protocolos para garantir a segurança na saúde dos jovens intercambistas e das pessoas que convivem com eles. Os estudantes, as famílias hospedeiras, os voluntários, as escolas parceiras e os colaboradores da ONG foram treinados para atender as normas sanitárias tanto do país de origem quanto o de destino dos jovens.

De 72 a 48 horas antes de embarcar, os estudantes são submetidos a testes de diagnóstico da covid-19. A viagem é cancelada caso o jovem teste positivo para a doença. Se o teste é negativo, o estudante embarca seguindo todas as normas de distanciamento social e o uso obrigatório de máscara e de álcool gel.

No embarque no país de destino, pode ser exigido um período de quarentena dos jovens, de acordo com as normas de cada nação. O trabalho de suporte para prevenção do coronavírus é realizado pela ONG durante todo o período de estada do estudante fora do Brasil.

O AFS também faz um acompanhamento sistemático da liberação de fronteiras dos países. “Os embarques dos jovens só são autorizados pelo AFS se há permissão de entrada nos países de destino”, assegura a coordenadora de Envio e Vistos do AFS Brasil”, Fernanda Rodrigues.

Em relação a vacinação contra a covid-19, Fernanda diz que ela tem sido um incentivo para jovens embarcarem para os países em que a população já está sendo imunizada. O AFS também está atento ao regime de aulas nas escolas estrangeiras. Segundo Fernanda, a maioria dos países mantém aulas presenciais, mas existem ainda destinos com educação on-line e mista (on-line e presencial). “Fazemos um monitoramento. Em alguns casos nos quais o país está oferecendo só o ensino on-line, geralmente o embarque é adiado até que tudo se normalize, a fim de assegurar o melhor aproveitamento escolar do jovem com convivência na escola”, diz.

Vagas para o segundo semestre de 2021 (e permanência de 1 ano):
O AFS tem vagas de intercâmbio para África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Bolívia, Canadá, Chile, China, Colômbia, Dinamarca, Egito, Espanha, França, Honduras, Hong Kong, Hungria, Índia, Indonésia, Irlanda, Itália, Japão, Letônia, México, República Dominicana, República Tcheca, Filipinas, Polônia, Portugal, Rússia, Suíça, Eslováquia, Suécia, Tailândia, Tunísia, Turquia e Estados Unidos.

Vagas para intercâmbio a partir de agosto de 2021 (e permanência de 6 meses):
África do Sul, Alemanha, Austrália, Argentina, Eslováquia, França, Irlanda, Reino Unido e Rússia.

Em 2022, os destinos são:
Anual: África do Sul, Alemanha, Argentina, Áustria, Austrália, Bélgica, Bolívia, Canadá, Chile, China, Colômbia, Costa Rica, Dinamarca, Egito, Espanha, Eslováquia, Estados Unidos, Filipinas, Finlândia, França, Holanda, Honduras, Hong Kong, Hungria, Índia, Islândia, Itália, Irlanda.
Indonésia, Japão, Letônia, México, Noruega, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai, Polônia, Portugal, República Dominicana, República Tcheca, Rússia, Sérvia, Suécia, Suíça, Tailândia, Turquia, Tunísia,
Semestral: África do Sul, Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Bélgica, Bolívia, Canadá, Chile, China, Colômbia, Costa Rica, Dinamarca, Egito, Espanha, Eslováquia, Estados Unidos, Filipinas, Finlândia, França, Holanda, Honduras, Hong Kong, Hungria, Islândia, Itália, Irlanda, Japão, Letônia, México, Nova Zelândia, Panamá, Paraguai, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Dominicana, República Tcheca, Rússia, Suíça, Tailândia, Turquia.
Trimestral: África do Sul, Alemanha, Áustria, Bélgica, Canadá, China, Hungria, Índia, Islândia, Itália, Irlanda, Japão, Panamá, Paraguai, Polônia, Portugal, República Dominicana, República Tcheca, Sérvia, Suíça, Tailândia,
Bimestral: França, Itália

Como se inscrever para uma vaga?
Acesse o link: https://www.afs.org.br/faca-intercambio/inscreva-se/
Ou entre no site do AFS e se inscreva em um programa de interesse https://www.afs.org.br/
Ou envie um e-mail para: bra.recrutadores@afs.org