Assine e navegue sem anúncios [+]
Pandemia

Agente penitenciário morre pela Covid-19; deixa mulher e três filhas

(Foto: Divulgação)

Morreu na tarde desta terça-feira, 4 de agosto, vitimado pela COVID19, Marcelo Tersi, policial penal (antigo agente penitenciário) de 43 anos.  Ele deixa a mulher e três filhas. 

Tersi ficou cinco dias internado na UTI do Hospital Santa Casa, teve complicações decorrentes da contaminação por coronavirus e não resisitiu. Ele trabalhou na Penitenciária Estadual de Piraquara e na Casa de Custódia de Curitiba. Atualmente estava lotado na Cadeia Pública de Curitiba. 

Colegas fizeram um cortejo, às 9 horas, saindo da Funerária Redentor e indo em direção ao Cemitério Municipal Jardim Independência, em Araucária, na Região Metropolitana de Curitiba.

O Sindicato dos Policiais Penais do Paraná ( SINDARSPEN) informou que irá levar a notícia do óbito do agente penitenciário ao governo estadual. O sindicato , que desde o início da pandemia vem exigindo a efetivação de protocolos mais rígidos, pedirá aos órgãos competentes da segurança e saúde que realize testagem em massa e cumpram as próprias resoluções para que medidas de prevenção sejam verdadeiramente implementadas nas unidades penais.

Pelo Mapa de Monitoramento da Prevenção ao coronavirus nas unidades penais do Paraná, já passam de 140 policiais penais confirmados com a COVID19 e , agora, um óbito.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK