Publicidade

Agentes penitenciários aceitam proposta e greve é descartada

O estado de greve deflagrado na semana passada pelos agentes penitenciários do Paraná foi cancelado. Em assembleia realizada nesta quarta-feira (9), a classe optou por aceitar a proposta do Governo do Paraná.

A greve estava marcada para começar na próxima terça-feira (15), por conta das conturbadas negociações. A reivindicação de reajuste de 23,37% na gratificação foi atendida e será paga nos primeiros três meses de 2014. Aos agentes também terão aumento salarial a partir de abril.

As negociações entre o governo e o Sindicato dos Agentes Penitenciários do Paraná (Sindarspen) vinham emperrando no limite prudencial de gastos com pessoal do governo do Estado, que atualmente tem 48,69% da folha comprometida – segundo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o limite prudencial é de 46% e o legal é de 49%.

Agora, a Secretaria de Justiça do Paraná irá estudar outras reivindicações da categoria, como o aumento do efetivo de agentes e melhorias na infraestrutura do sistema prisional. Uma nova rodada de negociação entre a categoria e o Governo do Estado deve acontecer em janeiro do ano que vem.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES