Transtornos com a chuva

Alerta: temporais podem ser normais nesta primavera, diz previsão do tempo

Parque Barigui amanheceu alagado por causa da chuva da madrugada
Parque Barigui amanheceu alagado por causa da chuva da madrugada (Foto: Franklin de Freitas)

O temporal que atingiu várias regiões do Paraná nesta quinta-feira (18), incluindo a Grande Curitiba, provocou estragos em diversos municípios e deixou milhares de casas sem energia elétrica no Estado. Desde o início da primavera as chuvas mais fortes já são mais constantes. Nesta semana, Londrina já havia sofrido com um temporal. A previsão para esta estação era justamente de mais eventos severos por conta da atuação do fenômeno El Niño, que deve provocar chuvas volumosas até o verão.

Balanço da Coordenadoria Municipal da Defesa Civil de Curitiba no final da tarde de quinta-feira contabilizava pelo menos sete árvores caíram nos bairros Tingui, Tatuquara, Alto Boqueirão, Bairro Alto, Água Verde, Campina do Siqueira e Bacacheri.

Houve ainda destelhamentos de duas casas na CIC e no Uberaba. No Hauer, o telhado da garagem da Polícia Civil também foi ao chão. Pontos de alagamentos foram verificados em alguns bairros.

Durante a madrugada já havia chovido forte na Grande Curitiba com estragos em cidades vizinhas, como Almirante Tamandaré e Araucária. Na Capital, o Parque Barigui amanheceu alagado por causa da chuva forte e com grande intensidade.

Nesta sexta-feira (19), ainda pode chover na região Norte do Estado, mas nas demais regiões o tempo fica  mais estável. A partir de sábado (20), uma massa de ar mais fria derruba as temperaturas na Capital no fim de semana.