Publicidade
Paraná 1 x 1 Botafogo

Alex Santana foi o herói paranista no Dia dos Pais. Confira como foi o desempenho dos jogadores

ATUAÇÕES INDIVIDUAIS

Richard (6,0)
Duas boas defesas. No pênalti, pulou para o lado errado.

Júnior (6,0)
Fraco no apoio, mas muito firme na marcação. Atuação regular.

René Santos (5,0)
Cometeu falta desnecessária e infantil no lance do gol botafoguense.

Cléber Reis (5,0)
Jogava bem até ser expulso por se desentender com Matheus Fernandes.

Igor (6,5)
Começou de lateral e terminou como zagueiro. Bem nas duas funções.

Alex Santana (7,5)
Correu. Marcou. Atacou. E foi premiado com um gol no último minuto.

Torito González (6,5)
Organizou o meio de campo com bons passes e foi bem na marcação.

Maicosuel (6,0)
Longe da condição física ideal, mas ao menos demonstrou estar com vontade.

 

Rodolfo (5,0)
Entrou na volta do intervalo
e não produziu praticamente nada.

Silvinho (5,5)
Individualismo excessivo em alguns lances. Foi dos que mais perdeu a posse.

Caio Henrique (5,5)
Entrou aos 29-2º
e mais errou do que acertou quando teve a bola em seus pés.

Carlos (5,0)
Jogou os 90 minutos, mas ficou escondido em campo na maior parte do tempo.

Rafael Grampola (5,0)
A bola chegou pouco. Mas quando chegou, ele também errou.

Marcelo Baéz (6,0)
Entrou aos 29-1º.
Sentiu a falta de ritmo (não jogava desde abril), mas foi razoável.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES