Assine e navegue sem anúncios [+]
Dona Cida Resiste

Ameaçados de despejo, famílias de ocupação no CIC protestam em frente à Prefeitura

(Foto: Reprodução/ Facebook/ Somos Todos Ocupação Dona Cida Resiste)

Moradores de quatro ocupações localizadas na Cidade Industrial de Curitiba (CIC) realizaram na manhã desta sexta-feira (26 de outubro) uma manifestação na Avenida Cândido de Abreu, em frente à Prefeitura de Curitiba. O ato protesta contra a reintegração de posse de uma das comunidades, a Dona Cida, determinada no último dia 17 pelo juízo da 12ª Vara Cível de Curitiba. 

Segundo informações do jornal Brasil de Fato, cerca de 400 famílias moram no local e encontram na ocupação a única forma de ter moradia e, ao mesmo tempo, comida na mesa. "Se houver desocupação, a maioria das pessoas não tem para onde ir. A maioria das pessoas vai pra casa de parentes, porque não tem como emprestar esse dinheiro ou alugar uma casa”, relatou Neia, moradora da Dona Cida e mãe de três filhos, à jornalista Paula Zarth Padilha.

A manifestação de hoje teve início por volta das oito horas da manhã e teve como intuito cobrar uma ação da Prefeitura, segundo comenta Beatriz Martins de Lima, moradora da 29 de Março - outra das quatro ocupações da região (as outras duas são a Tiradentes e Nova Primavera).

"A gente recebeu uma intimação de reintegração de posse. Poderia dialogar com o povo, atender o povo para legalizar. Não queremos nada de graça. Queremos lutar por um direito nosso de moradia. Aluguel não temos como pagar, mas eles dizem que não querem legalizar. Estamos lutando por moradia digna", diz ela.

Beatriz afirma ainda que o movimento já tirou as milhares de pessoas das ruas e que não há alternativa. Ou o Estado viabiliza um programa ou as pessoas voltariam para as ruas. "Minha filha, minha irmã moram na Dona Cida. Chegamos a morar embaixo de ponte. Hoje estamos lutando por um direito. Tinha Minha Casa Minha Vida. Hoje já não tem mais. Então estamos lutando por um direito", reforça.

O Instituto Democracia Popular (IDP) e a Defensoria Pública do Paraná estão atuando no processo com recursos judiciais e articulação junto ao Ministério Público para que seja dada uma solução que não seja a expulsão de 400 famílias sem terem para onde ir.

A prefeitura de Curitiba vai ouvir os manifestantes que acabaram de chegar ao Centro Cívico e deve enviar um pposicionamento com mais informações sobre a ação. O terreno, que pertenceria à prefeitura, fica no limite da capital paranaense com Araucária, município da Região Metropolitana.

Decisão estava paralisada desde 2016

A decisão de reintegração de posse estava paralisada desde 2016. Aquele conjunto de ocupações na CIC começou em 2012, com a formação da Nova Primavera. Em 2015, foram formadas a Tiradentes e a 29 de Março. A última ocupação foi em 2016, a Dona Cida. Juntas, as comunidades reúnem aproximadamente 1,2 mil famílias.

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK