Publicidade
Curitiba Cult

Ano de 2018 terá shows muito ecléticos em Curitiba

A capital paranaense receberá várias atrações que já estão confirmadas para os próximos meses
Ano de 2018 terá shows muito ecléticos em Curitiba

O ano ainda nem começou direito mas uma certeza é clara: teremos vários shows nos próximos meses. A temporada já está à todo o vapor no litoral paranaense, que recebe O Rappa para o último show no estado (conferir mais informações ao lado), Jota Quest, Simone e Simaria e um dos grandes nomes do cenário eletrônico nacional, Vintage Culture.

Em fevereiro, as atrações internacionais começam com Phoenix que se apresenta na Ópera de Arame, no dia 2. Até o momento, o mês do Carnaval conta com os shows de Henrique e Juliano na Live, o festival Psicodália, a palestra do pastor Claudio Duarte no Teatro Positivo, o monólogo do youtuber Guilherme Pintto que vem falar sobre o amor próprio em Seja o Amor da Sua Vida e termina com o grupo cubano Orishas que se apresenta no palco do grande auditório do Positivo.

Já no mês de março a cidade começa com tudo o seu clima internacional. No palco da Pedreira Paulo Leminski, Foo Fighters e Queens of the Stone Age se apresentam no mesmo dia. Ainda passam pela capital no mesmo mês o americano Michael Bolton e os holandeses da banda Epica. No quesito nacional, Curitiba receberá Alok, Vanessa da Mata, Emmerson Nogueira, Paulo Miklos e o show mais esperado nos últimos 15 anos, o retorno da girlband brasileira, Rouge.

Para abril, até o fechamento desta página, o mês inteiro será internacional na capital. Já tem shows marcados por aqui com o pianista francês Richard Clayderman, o americano de 20 anos Jacob Whitesides e o uruguaio Jorge Drexler. Para o feriado de Tiradentes, Curitiba recebe a festa Tardezinha, que ficou conhecida no país todo por levar o pagode dos anos 90/2000 em um evento comandado pelo cantor Thiaguinho.

Já maio será o mês dos festivais. Começamos no dia 5 com a segunda edição do Coolritiba, festival que mistura música e sustentabilidade na Pedreira Paulo Leminski. Entre as atrações já anunciadas estão Sandy, Anavitória, Iza, OutroEu e Nação Zumbi. E ainda sem a data anunciada, mas em maio, a capital recebe o Country Festival, maior festival de música sertaneja do sul do país. Entre os shows nacionais do mês estão Chitãozinho e Xororó, O Grande Encontro, e Zé Neto e Cristiano. E já podendo pedir música no Fantástico pelo terceiro mês consecutivo de shows internacionais, no palco da Pedreira Paulo Leminski o lendário Ozzy Osbourne passa por Curitiba com a turnê de despedida.

De maio nós pulamos para outubro, que é o que estamos podendo falar até agora. No Estádio do Couto Pereira, um dos fundadores do Pink Floyd, Roger Waters que traz a turnê Roger Waters - Us + Them, que combina clássicos do Pink Floyd e novas canções de seu trabalho solo.

O ano nem começou mas já podemos ter a certeza que será uma maravilha no quesito cultural. E o conselho que te damos é: prepare o bolso. Todas as datas e locais dos shows citados acimas podem ser conferidos no nosso site.

CINEMA

Foto: divulgação

‘120 Batimentos por Minuto’

Semana recheada de grandes estreias no cinema

Mais um ano que se começa e junto dele a primeira grande leva de lançamentos cinematográficos. 2018 chegou trazendo dois grandes blockbusters e duas obras grandiosas voltadas ao círculo fechado. Derivado do clássico dos anos 90, Jumanji: Bem-Vindo à Selva apresenta uma versão virtual do famoso jogo de tabuleiro. Aqui quatro adolescentes acabam sendo transportados ao mundo virtual para o corpo de quatro personagens vividos por: Dwayne Johnson, Kevin Hart, Jack Black e Karen Gillan.

‘Viva - A Vida é uma Festa’ é considerado como a produção mais musical da Pixar até aqui. A animação conta a história de Miguel, um garoto mexicano que sonha em se tornar músico e para isso precisará ir até o Mundo dos Mortos atrás da realização de seu sonho. A trama é baseada no dia dos mortos, celebração bem popular no México (onde todo o desenrolar acontece).

Já os amantes do cinema europeu poderão apreciar dois premiadíssimos longas, aclamados em Cannes e cotados às grandes premiações: ‘The Square’ e ‘120 BPM’. A comédia sueca ‘The Square – A Arte da Discórdia’ apresenta um alucinado curador de museu de arte contemporânea que deseja repercutir na mídia a qualquer custo e para isso cria uma nova instalação no local. Porém, as coisas não ocorrem como planejado e acabam saindo do controle.

A outra opção é o drama francês ‘120 Batimentos por Minuto’, que se passa no começo dos anos 90 na França. Mostrando o grupo ativista Act Up, que começa a intensificar os esforços para conscientizar toda sociedade a respeito da prevenção e tratamentos da AIDS.

Foto: divulgação

 

‘Jumanji: Bem-Vindo à Selva’

‘Jumanji: Bem-Vindo à Selva’ até consegue surpreender, e só

Um dos grandes sucessos anos 90, Jumanji acaba de receber uma homenagem com a chegada de ‘Jumanji: Bem-Vindo à Selva’. Trata-se de um spin-off (obra derivada da história original), servindo quase que de continuação.

O filme de 1995 contava com Robin Williams como protagonista e chamou muita atenção por mostrar um jogo que invocava vários perigos reais conforme os dados eram lançados.

Mistura de fantasia com ação/suspense que combinados com a atuação brilhante de Williams fizeram Jumanji se tornar famoso até em tempos atuais.

Na nova versão sai tabuleiro, entra um jogo de videogame; onde quatro alunos se transportam ao mundo virtual no corpo de quatro protagonistas. Os atores escalados para viver o ambiente fantástico são Dwayne ‘The Rock’ Johnson, Kevin Hart, Jack Black e Karen Gillan.

A verdade é que ninguém esperava uma continuação para ‘Jumanji’, muito menos desta forma que foi feita. O que já era visível é que o longa se encaminharia para a comédia, devido aos nomes envolvidos no projeto.

E acerta nesta escolha, assim como na formação do elenco; que se mostra bem entrosado. Temos em ‘Jumanji: Bem-Vindo à Selva’ o típico filme cômico de aventura, cheio de clichês e desfechos óbvios. É um entretenimento agradável, que ocupa nossa mente de forma despretensiosa; mesmo pecando com o excesso de futilidades bobas.

Foto: Guto Costa/divulgação 

O Rappa desce a serra para último show no estado

Guaratuba foi uma das cidades escolhidas para receber a última apresentação do O Rappa, Acústico Oficina Francisco Brennand no litoral paranaense antes da pausa da banda em abril por tempo indeterminado. Marcelo Falcão, Lauro Farias, Marcelo Lobato e Xandão Meneses desembarcam nas areias do litoral paranaense no sábado, dia 06 de janeiro, para única apresentação no Café Curaçao com o show do CD e DVD ao vivo gravado na Oficina Brennand, em Recife. A apresentação, com uma pegada acústica e um toque especial acontece a partir das 23h.
O repertório do show contará com grandes hits da carreira como Uma Vida Só, Anjos, Boa Noite Xangô, entre outros.

Televisão

Novidades sobre a segunda temporada de ‘Desventuras em Série’

O primeiro anúncio da Netflix no ano de 2018 teve como porta-voz o Conde Olaf (Neil Patrick Harris). Com seu humor peculiar, uma animadora mensagem: a segunda temporada de Desventuras em Série será disponibilizada da em 30 de março.
A série é baseada nos livros de Lemony Snicket, pseudônimo do escritor Daniel Handler, e possui um tom bem extravagante. Ao todo são 13 obras e nesta nova leva de dez episódios, cinco destes livros serão adaptados. Restando então apenas quatro livros para a última temporada, que seguindo o cronograma deve ser lançada em 2019.

Desventuras em Série é um clássico literário, já adaptado aos cinemas no ano de 2004 tendo Jim Carrey como protagonista. A trama apresenta três irmãos que após uma misteriosa morte de seus pais acabam tendo que ir viver com um parente distante pra lá de suspeito.

Publicidade