Publicidade
Pregão

Apartamentos retidos na Operação Lava Jato são leiloados pela Justiça em segunda praça

Os apartamentos são do Edifício Hotel Villa Lobos no Jaguaré, São Paulo, e pertenciam a Nelma Kodama, uma das primeiras doleiras presa pela Lava Jato. O último leilão desses imóveis foi realizado em dezembro do ano passado, quando foi arrematada uma das 38 unidades. Agora o juiz federal, da 12ª Vara Federal de Curitiba, com aprovação do Ministério Público, está colocando os imóveis à disposição para serem arrematados de uma vez ou em compras individuais das unidades com deságio de 60% da avaliação. As propostas estão sendo recepcionadas pelo site www.nogarileilões.com.br com um lance mínimo de R$ 114.000 por unidade, um deságio de 40% sobre o leilão anterior.

No primeiro leilão o lance inicial era de 190.000,00 mil reais. Agora os imóveis estão disponíveis por um lance inicial de 114.000,00 mil reais. Ainda na condição parcelada, sendo 50% de entrada e saldo em até 12x. Os lances já podem ser feitos por meio da internet, encerrando no pregão marcado para o dia 25 de abril, às 14 horas.

As unidades são administradas por sistema de hotelaria, rendendo dividendos aos proprietários. É o primeiro prédio que foi a leilão quase integralmente na capital paulista proveniente de um dos primeiros processos da Operação Lava Jato. Os apartamentos pertenciam à Nelma Kodama, que ficou conhecida pela imprensa internacional quando em seu depoimento cantou para o juiz Sérgio Moro a canção Amada Amante. Pode participar da disputa qualquer pessoa física ou jurídica, como investidores individuais ou fundos de investimento, por exemplo. Além da arrematação, o arrematante pagará no ato também a comissão do leiloeiro de 5% sobre o valor do lance vencedor e mais meio por cento de custas judiciais.

O Leiloeiro Oficial da venda direta destes imóveis é Jorge Nogari de Curitiba no Paraná. Ele comenta que é segura a arrematação dos imóveis, pois trata-se de bens imóveis arrestados em operação criminal com a devida perda de propriedade por parte dos réus, desembaraçados para transferências pelos novos proprietários.  Nogari já atuou em outros leilões da Lava Jato. A própria Nelma Kodama já teve carros de luxo arrematados em leilões anteriores.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES