Publicidade
Covid-19

Aplicativo aponta afrouxamento da população no isolamento social

(Foto: Reprodução site In Loco)

Na luta contra a Covid-19, a In Loco, empresa de tecnologia que fornece inteligência a partir de dados de localização, criou o Índice de Isolamento Social. As medições, iniciadas em janeiro deste ano, mostram um aumento gradativo do número de pessoas dentro das suas casas, a partir do dia 13 de março, quando o índice estava em 50%, passando a 69,6%, em 22 de março, pico do isolamento social no Brasil. No entanto, a partir desta data o índice voltou a cair e ficou em 62,3% no dia 5 de abril, data da última medição.

Os dados, mensurados por estado, apontam que o isolamento social no Paraná esta um pouco acima da média nacional, mas ocupa o sétimo lugar no ranking por estados. No dia 5 de abril estava em 63,2%, conforme os dados da plataforma.  Na mesma data, o estado de Goiás, com 66,04%, era o que apresentava o maior número de adeptos da ideia do isolamento como a forma mais acertada, no momento, para se evitar o aumento dos casos do coronavírus nos hospitais. Em seguida estavam Rio Grande do Sul (65,80%), Distrito Federal (65,42%), Santa Catarina (64,84%), Espírito Santo (64,19%), Pernambuco (63,42%) e Ceará (63,41%).

Na outra ponta, o estado com o menor índice de isolamento social é Tocantins (56, 07%), seguindo por Roraima (57,02%), Rondônia (57,55%), Mato Grosso do Sul (58,77%) e Mato Grosso (58,83%).

Chamado de Mapa Brasileiro da Covid-19, a empresa justifica o índice como uma ferramenta para auxiliar no combate à pandemia. Ainda conforme a In Loco, o mapa mostra o percentual, por estado, da população que está respeitando a recomendação de isolamento. Com ele as autoridades podem direcionar recursos de saúde, segurança e comunicação.

A plataforma coleta os dados de localização dos aparelhos celulares e, caso as pessoas não os deixem em casa, é capaz de oferecer um cenário real ao Ministério da Saúde sobre as localidades onde há o maior engajamento da população ao isolamento social. De acordo com a empresa, as “soluções permitem que empresas entreguem mais relevância, garantindo o anonimato dos seus consumidores. Para nós, privacidade e conveniência para as pessoas significam mais resultados para as marcas”, diz o enunciado no site da empresa.

A In Loco trabalha com 180 funcionários e estamos distribuídos entre Recife, São Paulo e Rio de Janeiro.

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES