Publicidade

Após abusar de 15 mulheres em ônibus, homem se diz arrependido

Preso sob suspeita de abusar de pelo menos 15 mulheres dentro de um ônibus coletivo, um homem de 28 anos, apresentado nesta quinta-feira (8) na Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (Deam) de Campo Grande (MS), se disse arrependido.

Casado há três anos, o suspeito, apelidado como Tarado da 087, em referência à linha de ônibus que ele costumava andar e cometer os abusos, chorou e se disse envergonhado.

"Estou arrependido. Não sei explicar o porquê [dos crimes]. Nunca mais vou fazer isso", afirmou o suspeito ao site G1.

Segundo a delegada Rozely Molina, a primeira denúncia contra o vendedor foi feita em 3 de maio. Ela também explicou que a maioria das vítimas não percebia a ação dos suspeito e que, por isso, ele foi acusado de violação sexual mediante fraude, podendo pegar até seis anos de prisão.

A delegada também disse que o suspeito agia sempre por volta das 7h, horário de maior movimento de passageiros em ônibus. Há algum tempo policiais da Deam frequentavam o ônibus, na tentativa de identificar o suspeito com base na descrição feita pela vítima.

Após ser capturado, o vendedor foi levado para a delegacia e confessou 15 casos. Ele disse que praticava os crimes há aproximadamente dois meses e afirmou que não conseguia resistir, e acabou também pedindo ajuda psicológica.

Inicialmente ele disse que só se esfregava nas mulheres, depois ele passou a retirar o pênis dentro do coletivo, se masturbar e ejacular nas vestes das vítimas", afirmou a delegada adjunta, Marília de Brito Martins.

As roupas de uma das vítimas foram recolhidas e o laudo atestou que havia presença de esperma. A polícia aguarda agora o exame de DNA.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES