Publicidade
Vereadores

Após confusão, Câmara reforça segurança para 2ª votação de pacote sobre funcionalismo

(Foto: Henry Milleo)

As três propostas para o funcionalismo dos servidores municipais de Curitiba foram aprovadas nesta manhã de terça-feira, 19, em segundo turno pelos vereadores da Câmara Municipal de Curitiba. Depois de sessão tumultuada deste segunda-feira, 18, a Guarda Municipal decidiu manter o efetivo em estado de alerta nesta terça-feira, 19, quando ocorria a votação em segundo turno da proposta de reajusta anual do funcionalismo público de Curitiba. A segurança foi reforçada mesmo depois de os servidores municipais definirem o fim da greve em assembleia realizada na tarde desta segunda-feira, na Praça Eufrásio Corrêa, ao lado da Câmara Municipal, onde foi a votação dos vereadores.

A definição foi pela manutenção da mobilização dos servidores. Com isso, pode haver outra greve no início de 2020. A praça foi desocupada após a chegada dos três servidores detidos durante a confusão da manhã, quando houve empurra-empurra na tentativa de ocupação da Câmara.

Além da proposta de reajuste, também foram aprovados o projeto que congela a progressão de carreira dos servidores até 31 de dezembro de 2021 e a limitação da liberação de funcionários da casa para sindicatos.

Pela proposição do prefeito Rafael Greca (DEM), levada a plenário em regime de urgência, a data-base será corrigida em 3,5% — índice abaixo do que pleiteavam os servidores. Este texto foi aprovado por 33 votos a 0.

 

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES