Caximba

Após decreto regulador, Prefeitura pavimenta ruas da Vila 29 de Outubro

As ruas da Vila 29 de Outubro, área de ocupação irregular da Caximba, começaram a receber benfeitorias e pavimentação de saibro. Este é o primeiro reflexo do Decreto nº 688, assinado pelo prefeito Rafael Greca criando o Setor Especial de Habitação de Interesse Social – Regularização Fundiária da Caximba, que inclui além da Vila 29 de Outubro as ocupações irregulares Vila Dantas, Vila Espaço Verde e Vila Primeiro de Setembro.

Com o decreto, a Prefeitura pode fazer melhorias na região sem impedimentos legais. Nesta terça-feira (17/7), as equipes da Prefeitura começaram a trabalhar na Rua do Comércio, a principal via da área, com uma extensão de 2 quilômetros que vai até o Rio Iguaçu.

“Estamos começando por esta rua por onde passa o ônibus escolar e com maior circulação de carros e pessoas”, disse Jadir Silva de Lima, administrador da Regional Tatuquara.

Limpeza das cavas
Além da pavimentação, também está sendo feita limpeza das cavas, trabalho a cargo da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. As cavas se formaram por causa da extração comercial de areia. Com o tempo, as crateras alagadas ficaram repletas de lixo, trazendo risco para os moradores que se instalaram na região a partir de 2010.

“Foram oito anos de espera para começar a acontecer alguma coisa”, disse Edilaine Aparecida Lima, que dirige a Ong Biblioteca Amigos da Caximba. “Este trabalho de limpeza das cavas é muito importante. Tem muita criança que brinca ao redor e fica vulnerável a contrair doenças.”

A Biblioteca Amigos da Caximba oferece atividades de leitura e de encenação de contos a 183 crianças, de 4 a 16 anos, no regime de contraturno. Caracterizada como a Boneca Emília, do Sítio do Picapau Amarelo – famosa fábula do escritor Monteiro Lobato –, Edilaine disse que conta com apoio de voluntários e doações para ter material para trabalhar e servir lanche para as crianças.

“Olha por nós”
“As benfeitorias estão vindo. Agora temos uma prefeitura que está olhando por nós”, avalia a presidente da Associação dos Moradores da Caximba, Rosenil do Rocio dos Santos Fragoso, que é conhecida na região como Dona Anita. Ela aproveitou para chamar a comunidade para a festa julina do dia 22 de julho na sede da associação. “Vai ser um evento solidário, voltado para as crianças com pipoca e cachorro-quente”, avisou.

O pastor Jorge Mão Amiga do Brasil também está otimista com os novos rumos da Vila 29 de Outubro. Ele é morador na região e integrante da Igreja Quadrangular Gralha Azul. Com a sua bicicleta e uma caixa de som, o pastor percorre as ruas da vila divulgando os eventos e dando avisos importantes aos moradores.

Além disso, ele também se dedica ao trabalho social. “Procuro ajudar quem precisa de material para construir as casas”, afirma.

A dona Sueli Terezinha das Dores, que mora há mais de um vizinha de uma das cavas, também ficou contente com o trabalho das equipes da Prefeitura. “Muito bom que eles estão retirando este lixão daqui. Agora estou pensando até em plantar uma flores nas margens”, comentou.