Após Facebook banir Trump, Psaki diz que empresas têm que impedir desinformação

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, afirmou nesta quarta-feira, 5, que as mídias sociais têm direito e responsabilidade de lidar com a desinformação em suas plataformas. A assessora de Joe Biden havia sido questionada sobre a decisão do Facebook de manter o banimento do ex-presidente Donald Trump.

"Esta é uma decisão do conselho independente e não vamos ter nenhum comentário sobre o futuro do ex-presidente nas mídias sociais", disse Psaki em um primeiro momento. "A visão da presidência é de que as grandes plataformas têm responsabilidade de parar de amplificar a desinformação, especialmente relacionada à covid-19 e a eleições", acrescentou.

Hoje, o conselho de supervisão independente do Facebook decidiu que o banimento de Trump da plataforma no começo do ano, após apoiadores dele invadirem o Capitólio, foi justificado. Nos próximos meses, haverá uma decisão sobre bloquear permanentemente ou não republicano da rede social.

Ontem, Trump lançou sua própria plataforma de comunicação. A ferramenta é um espaço em seu site que permite a ele postar mensagens que podem ser compartilhadas por outros usuários no Twitter e no Facebook.