Publicidade
Mercado da bola

Após liberar Leandro Almeida e contratar Walber, Guarani fecha a defesa

A pandemia do novo coronavírus serviu para o Guarani reformular o sistema defensivo. O setor, que teve mais mudanças no elenco durante a pausa do futebol, está definitivamente fechado para disputa da Série B do Campeonato Brasileiro após as últimas movimentações no marcado.

As mexidas do clube campineiro incluíram a rescisão contratual em comum acordo com Leandro Almeida (ex-Coritiba, Palmeiras, Paraná Clube e Londrina) e a contratação de Walber, mediante empréstimo junto ao Athletico-PR. Desta forma, o técnico Thiago Carpini fica com seis peças à disposição para a zaga: Bruno Silva, Bruno Lima, Didi, Romércio, Victor Ramon e Walber.

Durante a quarentena, Vitor Mendes não teve empréstimo renovado e retornou ao Atlético-MG, dono dos direitos econômicos, enquanto Didi deixou o Botafogo-SP e desembarcou no Brinco de Ouro da Princesa.

A prioridade do Conselho de Administração, a partir de agora, é o ataque. O plano A é encontrar, no mínimo, um meio-campista e um ponta.

Os nomes de Alan Guimarães, do Palmeiras, e Davó, do Corinthians, estão no radar do clube de Campinas para sequência da temporada - é possível que, com o primeiro, a negociação evolua positivamente no decorrer da semana. O jovem do time alviverde já sinalizou positivamente para transferência a Campinas e aguarda liberação do Departamento de Futebol.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES