Após nova derrota, Inter anuncia demissão de Dunga

O Internacional confirmou oficialmente, no início da tarde desta sexta-feira, a demissão do técnico Dunga. A diretoria do clube gaúcho tomou a decisão de mandar embora o treinador depois da derrota por 3 a 1 para o Vasco, sofrida na noite da última quinta-feira, em Macaé (RJ), pela 25.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O clube também confirmou a saída de outros quatro membros da comissão técnica que era dirigida pelo ex-comandante e ex-jogador da seleção brasileira: o preparador físico Paulo Paixão, o auxiliar-técnico Andrey Lopes, o preparador de goleiros Rogério Maia e o auxiliar de preparação física Mauro Cruz.

Dunga deixa o comando do Inter depois de ter ficado à frente da equipe em 53 partidas, nas quais acumulou 26 vitórias, 18 empates e nove derrotas.

Por meio de nota publica em seu site oficial, o Inter disse que "agradece os serviços prestados e parabeniza o treinador pela conquista do Campeonato Gaúcho de 2013".

Capitão do tetracampeonato mundial de 1994 pela seleção brasileira e ídolo da história do próprio Inter, o comandante acabou não resistindo no cargo após amargar a quarta derrota consecutiva neste Brasileirão, no qual o time ocupa hoje a décima posição, com 34 pontos. A última vitória da equipe foi em 15 de setembro, quando bateu o Criciúma por 1 a 0, fora de casa.

Na nota oficial que divulgou no início desta tarde, o Inter não confirmou quem irá dirigir a equipe colorada no confronto deste domingo, contra o Fluminense, em Caxias do Sul, pela 26.ª rodada do Brasileirão. Clemer poderá assumir como interino, enquanto Abel Braga, atualmente desempregado e que teve passagem de sucesso pelo Inter que foi campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes em 2006, aparece como nome forte para o cargo.