Publicidade

Após salvação, Vilson muda discurso e elogia jogadores

Após o Coritiba se salvar do rebaixamento, o meia Alex, ídolo da torcida e uma das referências do time, colocou a boca no trombone. Irritado com a postura do presidente coxa-branca, Vilson Ribeiro de Andrade, o Menino de Ouro cogitou até mesmo deixar o Alto da Glória.

Uma das declarações do mandatário que mais irritaram o meia alviverde foi de que faltava vergonha na cara do time. Mas após irritar seu ídolo, Vilson parece ter mudado a postura. Em entrevista à Rádio Transamérica, o presidente elogiou o grupo, que sob o comando de Tcheco conseguiu duas vitórias e um empate nos três últimos jogos, aproveitamento de 77,8% e que salvou o Coxa do descenso.

Hoje eu me sinto realizado por tudo o que o elenco fez nessas três partidas. Eles derramaram sangue e salvaram o time, afirmou o presidente.

Para selar a permanência no Coritiba até o fim do contrato, em dezembro de 2014, Alex pretende descobrir qual o planejamento do clube. A definição de quem será o treinador e o superintendente de futebol do clube devem pesar na decisão do meia, que espera brigar por títulos no ano que pode ser o de sua aposentadoria.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES