Publicidade
Campeonato Paranaense

Após título, técnico do Athletico faz desabafo e camisa 10 explica saída

Jogadores do Athletico comemoram o título
Jogadores do Athletico comemoram o título (Foto: Valquir Aureliano)

O técnico do time de aspirantes do Athletico Paranaense, Rafael Guanaes, fez um desabafo após a conquista do título estadual, nesse domingo (dia 21). Ainda no gramado da Arena da Baixada, depois da vitória sobre o Toledo, ele afirmou que a equipe sofreu 'humilhações' no início da competição. “Foi uma história que começou dificil, com humilhações, e agora termina com a equipe sendo exaltada”, disse. “São meninos que se transformaram em homens durante a competição. É um título que veio com muito merecimento”, declarou.

Já o camisa 10 da equipe, o meia Marquinho, 32 anos, confirmou que está deixando o Athletico. O contrato dele está acabando após o Paranaense e não será renovado. “Aqui não vou ter espaço, então decidimos não ficar”, afirmou.

O jogador foi perguntado sobre propostas de outros clubes para 2019, mas se esquivou. “Agradeço o interesse das equipes. depois de tanto tempo parado e tendo que mostrar tudo de novo. A partir de segunda-feira vou sentar e conversar para decidir”, declarou o jogador, que ficou sem jogar desde junho de 2017 a janeiro de 2019, devido a lesão no joelho. “Se não tivesse um treinador como o Rafael (Guanaes) e um time como esse aí, eu não teria conseguido. O pessoal da fisioterapia me ajudou muito”, disse Marquinho.

DESTAQUES DOS EDITORES