Publicidade
Série B

Após vice-liderança e retornos, Coritiba vê ‘boas’ dores de cabeça

Robson: retorno após suspensão
Robson: retorno após suspensão (Foto: Divulgação/Coritiba)

No sábado (10), o Coritiba derrotou o Figueirense por 2 a 0 e assumiu a vice-liderança da Série B. Neste domingo (11), o treinador Umberto Louzer mandou ao treino os jogadores que não haviam sido relacionados, de olho na partida desta terça-feira (13) contra o Brasil, no Couto Pereira. Agora, ele tem duas dores de cabeça “boas”: a volta do atacante Robson e a manutenção da segunda posição na Série B.
“O treinador passa a ter aquela dor de cabeça boa. Como temos muitos jogos em sequência, é preciso ter um bom elenco. Foi assim em Campinas, com cinco, seis desfalques. Foi assim contra o Sport, onde nossos atletas mais experientes estavam aqui em Curitiba. Isso mostra o valor de cada atleta e temos pregado que não há titular ou reserva, os atletas tem entendido isso e assim você forma um grupo”, falou o treinador, na última coletiva de imprensa.
O retorno de Robson – que estava suspenso – não foi o único comemorado pelo treinador. No sábado, contra o Figueirense, ele pôde contar com as voltas do meia-atacante Rafinha e do lateral/ponta Patrick Brey, que se recuperaram de lesão. Eles começaram o jogo como suplentes, já que ainda recuperam o condicionamento ideal.
Com isso, a tendência para o jogo com o Brasil de Pelotas é que Louzer mantenha o 4-1-4-1, com Matheus Sales como único volante. Na linha de quatro do meio de campo, Robson e Rafinha podem assumir os lugares que eram de Thiago Lopes e Wellissol. Patrick Brey pode atuar como lateral-esquerdo – em lugar de William Matheus – ou como meia pela esquerda. O treino deste domingo ainda não deu pistas da escalação, já que os jogadores que haviam iniciado a partida de sábado acabaram poupados.
No sábado — O Coritiba tornou-se o novo vice-líder da Série B do Campeonato Brasileiro ao derrotar o Figueirense por 2 a 0, no sábado. Com o triunfo, o Coxa vai a 26 pontos, dois atrás do Bragantino, que empatou em 0 a 0 contra o Botafogo de Ribeirão Preto. Atlético-GO (25 pontos) e Londrina (24) fecham a zona de classificação para a primeira divisão.
Jogando num Couto Pereira lotado, com um grande número de famílias (pais e filhos) acompanhando a partida, o Coritiba teve um primeiro tempo discreto. O resultado foi uma partida com muita marcação, vários erros de passe e poucas chances de gol.
Na segunda etapa, com as entradas de Rafinha e Patrick Brey, a partida cresceu em emoção. Aos 21 minutos, Rodrigão abriu o placar. O Coritiba encontrou o segundo gol aos 44 minutos: desarme de Patrick Brey na entrada da área e passe açucarado para Igor Jesus decidir o confronto.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES