Publicidade
Datafolha

Aprovação a Dilma cai a 13%; pior avaliação de governo desde 1992

O governo da presidente Dilma Rousseff é avaliado positivamente apenas 13% dos entrevistados, segundo pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (18). O índice de eleitores que avaliaram o governo da petista como "ruim" ou "péssimo" é de 62%.
A última pesquisa divulgada pelo instituto, em 7 de fevereiro de 2015, apontava que Dilma tinha avaliação positiva de 23% dos entrevistados. À época, outros 44% disseram que o governo da presidente era "ruim" ou "péssimo".

De acordo com o Datafolha, esta é a mais alta taxa de reprovação de um presidente da República desde setembro de 1992, véspera do impeachment do então presidente Fernando Collor de Mello. Na ocasião, pouco antes de ser afastado do Palácio do Planalto, a reprovação de Collor era de 68%, destacou o instituto de pesquisa.

Por outro lado, a taxa de aprovação ao governo Dilma bateu o ponto mais baixo desde o início de seu primeiro mandato, em janeiro de 2011. Os eleitores que classificaram a administração da petista como "ótimo" ou "bom" somou 13%.

A pesquisa entrevistou 2.842 eleitores logo após as manifestações do último domingo (15) que levaram milhares de pessoas às ruas do país para protestar contra Dilma e pedir o fim da corrupção no país. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

Nota do governo
Ao questionar os eleitores sobre a avaliação do governo, o Datafolha também costuma pedir para os entrevistados atribuírem uma nota de 0 a 10 ao presidente da República objeto do levantamento.

Segundo o instituto, a nota média de Dilma é de 3,7, a mais baixa desde que a petista assumiu o comando do país, em 2011.

Na última pesquisa do Datafolha, em fevereiro, a nota média da petista era de 4,8.

No primeiro mandato da presidente, observou o Datafolha, a nota mais baixa atribuída a Dilma foi registrada em pesquisas realizadas entre junho e julho de 2014. Na ocasião, a nota média do governo era de 5,6.

Avaliação do Congresso

A pesquisa Datafolha mostra ainda que 9% dos entrevistados consideram "bom" ou "ótimo" o desempenho de senadores e deputados no Congresso. Outros 50% acreditam que a atuação dos parlamentares é "ruim" ou "péssima".

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES