Publicidade
Série B

Argel muda o jogo, Coritiba vence o Avaí e fica a cinco pontos do G4

Vitor Carvalho comemora gol sobre o Ava\u00ed
Vitor Carvalho comemora gol sobre o Ava\u00ed (Foto: Geraldo Bubniak)

O Coritiba venceu por 1 a 0 o Avaí, neste sábado (dia 29) à noite, no Couto Pereira, pela 29ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, com gol do volante Vitor Carvalho. Com o resultado, o time paranaense ficou em 10º lugar na competição, com 40 pontos — cinco pontos abaixo do G4. A equipe catarinense está na 4ª colocação, com 45 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Esse foi o segundo jogo do técnico Argel Fucks no comando do Coxa. Na estreia dele, o time empatou com o CRB. 

DESEMPENHO
O Coritiba não fez uma grande partida, mas demonstrou evolução em alguns aspectos e conseguiu ser superior ao adversário em vários momentos. Para os padrões da Série B, foi uma boa atuação da equipe. No primeiro tempo, a partida foi bem equilibrada, com três boas jogadas para cada lado. No intervalo, Argel mudou o estilo do setor ofensivo, passou a atacar com maior frequência e conseguiu o gol em cobrança de escanteio. O Avaí mostrou qualidade nos avanços dos laterais e nos cruzamentos.

[node:galeria id=588186]

ARBITRAGEM
O Avaí reclamou que no gol do Coritiba a bola não entrou. A imagem da TV mostra que a bola ultrapassou completamente a linha do gol. Ou seja, o árbitro acertou. A Tecnologia da Linha de Gol não é utilizada na Série B.

FASES
O Avaí tem a terceira melhor campanha do returno e o Coxa, a 14ª. O time catarinense é o terceiro melhor visitante da Série B. O Coritiba é o segundo melhor mandante da competição, com oito vitórias, quatro empates e duas derrotas no Couto Pereira.

ESCALAÇÃO
O técnico Argel Fucks fez quatro alterações na equipe. Sem contar com Thalisson Kelven e Uillian Correia, suspensos, além de Escobar, lesionado, ele decidiu apostar em Alan Costa, Simião e Vitor Carvalho. A única mudança por opção do treinador foi a entrada do lateral-esquerdo Abner na vaga de Alex Alves, zagueiro que atuou improvisado na última rodada. O lateral-esquerdo William Matheus, recém-recuperado de lesão, ficou no banco. 

O esquema tático base era o 4-2-3-1. O time defendia nesse formato, mas ficava com cara de 4-2-2-2 quando atacava, com Parede e Alecsandro na frente e Chiquinho e Jean Carlos no meio-campo.

PRIMEIRO TEMPO
O Coritiba conseguiu trocar passes no meio-campo em alguns momentos do jogo – algo raro nessa campanha. E também levou perigo em três jogadas. Os melhores lances foram em passes de Chiquinho, chutes fortes de Jean Carlos e arrancadas de Parede. Alecsandro funcionou bem como pivô em uma jogada. Já o Avaí apostou nos avanços dos laterais e nos cruzamentos para Daniel Amorim (1,93 m de altura) e Getúlio (1,87 m). Foram três boas jogadas ofensivas para cada equipe na primeira etapa, retratando um jogo equilibrado até então.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, Argel tirou Jean Carlos e colocou o ponta Guilherme no jogo. O esquema seguiu o mesmo, mas o time ficou com mais velocidade nas duas pontas. A estratégia funcionou. Aos 12, Guilherme fez grande jogada e Parede quase marcou um golaço de bicicleta. O goleiro mandou para escanteio. Na cobrança, Chiquinho cruzou e Vitor Carvalho, de cabeça, fez 1 a 0. Depois do gol, o Coxa contra-atacou duas vezes com perigo e teve alguma dificuldade para barrar os cruzamentos do adversário.

ESTATÍSTICAS
Na partida, o Coritiba teve 10 finalizações (3 certas), 60% de posse de bola, 89% de eficiência nos passes e 3 escanteios. O Avaí somou 14 finalizações (5 certas), 40% de posse de bola, 89% de eficiência nos passes e 8 escanteios. Os números são do Footstats.

CORITIBA 1 x 0 AVAÍ
Coritiba: Wilson; Leandro Silva, Alan Costa (Alex Alves), Rafael Lima e Abner; Vitor Carvalho e Simião; Chiquinho, Jean Carlos (Guilherme) e Guilherme Parede; Alecsandro (Jonatas Belusso). Técnico: Argel Fucks
Avaí: Kozlinski; Iury, Airton, Betão e Capa; Luan (Jones Carioca) e Matheus Barbosa; Renato, André Moritz (Luanzinho) e Getúlio; Daniel Amorim (Marquinhos). Técnico: Geninho
Gol: Vitor Carvalho (14-2º)
Cartões amarelos: Luan, Iury, Capa (A). Guilherme Parede, Guilherme (C). 
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Local: Couto Pereira

Público pagante: 4.667
Público total: 4.923
Renda: R$ 97.651,00

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo

6 – Capa cruza da esquerda. Daniel Amorim cabeceia. Wilson defende.
7 – Moritz chuta de fora da área. A bola vai ao lado.
21 – Chiquinho cruza. Alecsandro faz o pivô e rola para Parede, que chuta perto, sobre o gol.
27 – Cruzamento cheio de veneno de Parede. Alecsandro quase alcança.
29 – Jean Carlos chuta de fora da área. A bola passa perto, sobre o gol.
47 – Contra-ataque. Chiquinho toca para Jean Carlos, na área. Ele tenta o cruzamento, mas a zaga salva.

Segundo tempo
4 – Iury cruza da direita. Getúlio sobe mais alto e cabeceia perto, sobre o gol.
8 – Parede cruza da esquerda. Livre na segunda trave, Chiqunho cabeceia mal, para fora.
11 – Daniel Amorim cruza. Getúlio entra livre e cabeceia. Wilson segura.
12 – Guilherme dribla um, avança e cruza. Parede domina na área, salta e tenta de bicicleta. O goleiro espalma no canto. Quase um golaço.
14 – Gol do Coritiba. Chiquinho cobra escanteio. Vitor Carvalho cabeceia. Matheus Barbosa tira de dentro do gol, quase em cima da linha. Lance polêmico. O árbitro dá o gol.
40 – Parede parte em contra-ataque, invade a área e cruza. A zaga tira o perigo.
44 – Falta cobrada rapidamente pelo Avaí. Iury cruza rasteiro. Alex Alves tenta tirar e quase marca contra. Wilson agarra.
45- Chiquinho arma o contra-ataque e aciona Guilherme, na área. Ele finta o zagueiro e chuta sobre o gol.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES