Teatro

Armadilha encena Karam no Novelas

O Grupo Armadilha abre a temporada 2009 no Teatro Novelas Curitibanas continuando o trabalho de pesquisa sobre a obra de Manoel Carlos Karam, colocando em cena a ironia afiada do autor, muito bem explorada no livro lançado póstumamente, Jornal da Guerra Contra os Taedos. Muito bom e divertido, aliás. A tradução cênica da obra recebeu apoio do Fundo Municipal da Cultura e tem direção de Diego Fortes, na temporada que vai até 15 de março.

Trata-se de um livro com um certo clima de fábula, que usa motes e personagens de inspiração real para criar uma ficção. A peça retrata a guerra, e o livro é bem eficaz em mostrar a forma bébil e bestial como os climas bélicos se constroem, por absoluta falta de responsabilidade de algumas pessoas, defendendo interesses próprios, mesmo que sem sentido.

Lançado em 2008, depois da morte do autor, o livro faz parte da Coleção Antena, da Kafka Edições.

O trabalho que o público verá no Teatro vem de uma ampla pesquisa realizada pela companhia A Armadilha, sobre a produção de Manoel Carlos Karam. Desde 2007, quando foi premiado pela Funarte com o projeto Bolacha Maria – que previa montagens baseadas na obra do autor –, o grupo investiga o texto fragmentado e imaginativo do escritor e jornalista, morto em 2007.

Para a peça, a companhia usa o chamado teatro pós-dramático, que se utilização de "diversas linhas narrativas para ressaltar a recepção analítica do material exposto". A metalinguagem e autorreflexão no palco também aparecem como elementos do arranjo cênico, tornando o texto teatral um componente autônomo. O olhar humorado de Karam tampouco escapou da percepção do grupo que também gosta de lidar com este clima. Envolto em sutilezas, o texto (e a peça) evitam recursos fáceis. No elenco estão os atores Alan Raffo, Gabriel Gorosito, Mariana Gomez, Patrícia Ramos, Patrícia Kamis e Diego Fortes. A cenografia é de Erica Mityko, com figurino de Fabiana Pescara e Renata Skrobot.

Serviço

Jornal da Guerra Contra os Taedos, com A Armadilha. Até 15/03, de quarta-feira a sábado, às 21h, e aos domingos, às 19h.Ingresso: uma lata de leite em pó. Teatro Novelas Curitibanas (R.Carlos Cavalcanti, 1.222)