Arquitetura ecológica e arte para o mercado imobiliário são destaque em evento

Arte, Sustentabilidade e Simple Life é o tema do painel que ocorre amanhã (15) durante o Rio Innovation Week e vai discutir os novos rumos do segmento de arquitetura ecológica e arte para o mercado imobiliário no Brasil. Participam do debate André Weller, um dos curadores do evento, Luigi Scianni Romano, sócio-fundador da Alphaz Concept e o artista contemporâneo Andrey Zignnatto.

Durante o painel, os artistas vão debater sobre os principais arquétipos que combinam Arte, Natureza e a Sustentabilidade, a partir de uma série de iniciativas que envolvem esses três pilares. Para Luigi,  além do contato com a natureza, que promove mais qualidade de vida, o modelo de construção ecologicamente viável passa pela integração dos projetos com a área verde, das pessoas com o entorno de maneira sustentável e pela valorização da comunidade local.

“O preceito é aplicado desde a concepção do projeto, execução - reduzindo impactos ambientais causados pela construção - até a posterior manutenção realizada pelos proprietários”, explica o executivo, cuja empresa Alphaz executa projetos e construções de imóveis com conceito sustentáveis nas regiões do Sul do estado de Minas Gerais e no Vale do Paraíba, Litoral Norte de São Paulo e Punta del Este, no Uruguai.

Com o objetivo de incrementar o conceito das construções sustentáveis, Luigi revela que recentemente a empresa elaborou uma iniciativa com o objetivo de fomentar o turismo e incentivar artistas locais na Serra da Mantiqueira (MG), onde a incorporadora possui parte de seus empreendimentos. Trata-se de um museu a céu aberto, localizado na cidade de Passa Quatro com a instalação das obras dos artistas contemporâneos Iole de Freitas, Eduardo Coimbra, Andrey Zignnatto e Raul Morão. O projeto prevê ainda a criação de uma base avançada na cidade para oferecer atividades com os próprios artistas envolvidos no projeto e convidados.

“Será um novo espaço para a cidade com palestras, oficinas, cursos de formação e exposições temporárias abertas a população com o intuito de democratizar a arte. Afinal, na Arte, o processo é tão importante quanto o resultado”, revela  André Weller, criador, curador e diretor artístico do Alphaz Clube Arte.