Brasileirão

Artilheiro e garçom, Terans garante vitória do Athletico na estreia de Alberto

Marcinho e Richard comemoram gol do Athletico
Marcinho e Richard comemoram gol do Athletico (Foto: Divulgação/Athletico.com.br/José Tramontin)

O Athletico Paranaense venceu por 2 a 0 o Atlético-GO, nessa quarta-feira (dia 6) à noite, em Goiânia, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. Os gols foram de David Tterans e Marcinho. Com o resultado, o time paranaense ficou na 7ª colocação, com 33 pontos — dois pontos abaixo do G6 (grupo de classificação para a Libertadores 2022). A equipe goiana está em 10º lugar, com 30 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

O técnico Alberto Valentim, contratado na semana passada, estreou no comando do time paranaense, contando com o suporte da equipe permanente, do diretor Paulo Autuori e do auxiliar Bruno Lazaroni.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Athletico.

ARTILHEIRO
No Brasileirão 2021, o uruguaio David Terans é o artilheiro do Athletico (5 gols) e o líder em assistências (7 passes para gols).

No geral da temporada 2021, Terans é o vice-artilheiro do Athletico, com 8 gols em 31 jogos, empatado com Nikão (8 gols em 35 jogos) e atrás de Renato Kayzer (9 gols em 41 jogos) e de Vitinho (9 em 28). Marcinho fez seu 1º gol pelo Athletico – ele tem 38 jogos pelo clube.

INVENCIBILIDADE
No duelo em Goiânia, o Athletico ampliou sua invencibilidade de 14 anos contra esse adversário. A última vez que perdeu para o Atlético-GO foi em 2007 – por 3 a 1, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Depois, os dois clubes se encontraram mais 13 vezes, com 10 vitórias do Furacão e 3 empates.

FASES
No Brasileirão 2021, o Athletico vinha de uma série de 7 derrotas como visitante. É a maior sequência já registrada nessa edição, à frente de Grêmio (4 derrotas) e Chapecoense (4).

Já o Atlético-GO vive uma crise como mandante. Não conseguiu vencer nos 10 últimos jogos em casa, com 7 empates e 3 derrotas.

ESCALAÇÃO
As baixas no Athletico eram Thiago Heleno (suspenso), Matheus Babi (lesão) e Lucas Halter (lesão). O técnico Alberto Valentim contou com a volta de sete titulares que não enfrentaram o Flamengo, no domingo, po desgaste físico excessivo. O treinador manteve o esquema tático utilizado nas últimas cinco partidas: o 5-2-3 para defender e o 3-4-3 para atacar. Com isso, o setor ofensivo ficou com Nikão (direita), Terans (esquerda) e Bissoli (centro). No Atlético-GO, o desfalque era o lateral-esquerdo Igor Carius, ex-Paraná Clube, suspenso.

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo teve o Athletico jogando avançado, pressionando a saída de bola adversária e controlando as ações no meio-campo. O domínio, porém, foi apenas territorial. O time errou demais no terço final e só criou uma chance. E converteu. Aos 42 minutos, Terans fez cruzamento perfeito para Marcinho finalizar de cabeça: 1 a 0. O Atlético-GO ficou recuado na primeira etapa e levou algum perigo em duas jogadas de contra-ataque. Aos 41, Abner saiu lesionado.

SEGUNDO TEMPO
O Atlético-GO partiu com tudo para o ataque e levou gol no contra-ataque, já aos 6. Nikão lançou, Erick ajeitou de cabeça e Terans chutou: 2 a 0. Aos 9, o ponta Pedro Rocha entrou no lugar de Terans. O time mandante partiu para o 'abafa' e aumentou a pressão. O Athletico ficou recuado e mostrou um sistema defensivo sólido. Aos 33, mais três substituições no time visitante, com as entradas de Khellven, Cittadini e Renato Kayzer.

ESTATÍSTICAS
No total dos 90 minutos, o Athletico teve 12 finalizações (4 certas), 40% de posse de bola, 83% de eficiência nos passes e 16 faltas cometidas. Já o Atlético-GO somou 15 finalizações (3 certas), 60% de posse de bola, 85% de eficiência nos passes e 12 faltas cometidas. Os dados são do site Sofascore.

ATLÉTICO-GO 0x2 ATHLETICO
Atlético-GO: Fernando Miguel; Dudu, Wanderson (Oliveira), Éder e Natanael; Matheus Barbosa (Bryan Montenegro) e Willian Maranhão (Baralhas); André Luís (Janderson), João Paulo e Ronald; Zé Roberto (Lucão). Técnico: Eduardo Souza
Athletico: Santos; Marcinho (Khellven), Zé Ivaldo, Pedro Henrique, Lucas Fasson e Abner (Nicolas); Richard e Erick (Cittadini); Nikão, Terans (Pedro Rocha) e Bissoli (Renato Kayzer). Técnico: Alberto Valentim
Gols: Marcinho (42-1º), Terans (6-2º),
Cartões amarelos: Terans, Erick (CAP). Zé Roberto, Eder, João Paulo (ACG).
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Local: Antonio Accioly, em Goiânia

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
11 - Ronald faz boa jogada e rola para Matheus Barbosa chutar de fora da área. Santos segura, quase no centro.
30 - Bissoli faz o pivô e rola para Terans, que chuta de fora da área. A bola vai ao lado.
42 - Gol do Athletico. Terans cruza da intermediária e encontra Marcinho livre. Ele cabeceia no alto.

Segundo tempo
6 – Gol do Athletico. Contra-ataque. Nikão lança. Erick ajeita de cabeça. Terans sai na cara do gol e chuta entre as pernas do goleiro.
36 – Khellven cruza, Cittadini ajeita e Kayzer chuta, na cara do gol. O zagueiro desvia para escanteio.
42 – Escanteio. André Luís cruza. Lucão cabeceia para o chão e Santos defende no reflexo.
48 - João Paulo cruza. Montenegro cabeceia no cantinho. Santos faz boa defesa.
49 - Escanteio. Lucão cabeceia no canto. Santos defende.