Urbanização

Asfalto novo melhora acesso aos bairros e traz mais segurança às ruas de Curitiba

Pavimenta\u00e7\u00e3o e sinaliza\u00e7\u00e3o conclu\u00eddas na rua Francisco Rocha
Pavimenta\u00e7\u00e3o e sinaliza\u00e7\u00e3o conclu\u00eddas na rua Francisco Rocha (Foto: Cesar Brustolin/SMCS)

Empresas contratadas pela Prefeitura de Curitiba trabalham para revitalizar o pavimento de 265 ruas da cidade em diferentes bairros, em todas as regionais, agora em 2018. A renovação de parte destas ruas é feita com recursos do Município, resultado do pagamento de impostos pelos cidadãos.

Este é o caso da recuperação da malha viária nas ruas Lubumir Viergbiski, no Campo Comprido, em andamento, e das obras concluídas nas ruas Robert Redzimski, no bairro Cidade Industrial, Ivo Zanlorenzi, no Mossunguê, Francisco Rocha, nos bairros Bigorrilho e Batel. Os trabalhos proporcionam mais conforto aos moradores e aos que passam pelas vias de carro, motocicleta, ônibus, bicicleta ou a pé. 

Desde que recuperou a credibilidade financeira, com a aprovação do Plano de Recuperação em 2017, Curitiba trabalha num plano consistente de obras e serviços. A cidade ficou muito tempo sem as manutenções necessárias, como as da malha viária da cidade que precisam ser periódicas e permanentes.

Essa situação foi regularizada entre 2017 e 2018, por determinação do prefeito Rafael Greca, que pretendia retomar o nível adequado de manutenção da cidade no menor tempo possível para que a deterioração das vias não atingisse um nível ainda pior. A Prefeitura priorizou a busca por mais recursos e agora consolida parcerias e financiamentos com o Governo do Estado e com o Governo Federal.

ERAM DE ANTIPÓ

Com o apoio do Governo do Estado, desde março a Secretaria de Obras Públicas contrata, acompanha e fiscaliza os serviços de revitalização do pavimento em ruas de antipó. O recurso financeiro, no caso do primeiro convênio a fundo perdido assinado com a Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística, permite que Curitiba contrate os serviços de pavimentação, sem que os recursos tenham que ser devolvidos ao Estado.

Neste convênio, não por acaso, as obras são feitas em grande parte por ruas onde passam linhas de ônibus. Vias renovadas dão conforto aos usuários do transporte coletivo em seus deslocamentos. Elas também são ruas de ligação importantes e possuem equipamentos públicos.

Na quinta-feira (3/5), no bairro Ganchinho, região sul de Curitiba, começaram os trabalhos na Estrada do Ganchinho, entre as ruas Eduardo Pinto da Rocha e Colomba Merlin, numa extensão de 1.860 metros. Por ela, passam os ônibus da linha Ganchinho, que transporta mais de 1.100 usuários nos dias úteis.  Só na Estrada do Ganchinho, a Prefeitura aplica R$ 1,4 milhão dos cerca de R$ 27 milhões deste primeiro convênio com o Governo do Estado.

MAIS PARCERIAIS E SERVIÇOS

O prefeito Rafael Greca também autorizou e já estão em andamento as licitações para a revitalização do pavimento de ruas que estão com asfalto bastante deteriorado. Estas obras também são fruto da parceria com o Governo do Estado. 

Um dos editais receberá recursos de financiamento feito junto a Fomento Paraná, através da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano. O outro terá os recursos repassados a fundo perdido pela Secretaria de Estado da Infraestrutura e Logística.

Além destes trabalhos de renovação da malha viária, a Prefeitura ampliou os serviços de manutenção de tapa-buraco em 63% em relação ao mesmo período do ano passado.

No primeiro trimestre deste ano, o trabalho foi feito em 1,1 mil quilômetros de ruas em todos os bairros de Curitiba. O município trabalha em 2018 com 121 equipes responsáveis pela manutenção das vias públicas, trabalho que inclui também roçada de áreas e limpeza e consertos em bueiros e galerias pluviais (para melhor escoamento das águas da chuva).