Pandemia

Associação Médica Brasileira muda diretriz e atesta que hidroxicloroquina não tem efeito contra a Covid

(Foto: Reprodução)

A Associação Médica Brasileira (AMB) divulgou nesta quarta-feira, 23, uma nova diretriz a respeito do uso de hidroxicloroquina na prevenção e tratameto contra a Covid-19.  O estudo é mais um a comprovar a ineficiência do medicamento e, além disso, atesta que o uso profilático da hidroxicloroquina eleva o risco de eventos adversos em 12%.

Foi ainda constatado que o medicamento não diminui o contágio, a hospitalização, o agravamento ou o óbito. O levantamento e embasado por nove ensaios randômicos internacionais, com duplo cego e grupo placebo, a associação teve por objetivo criar uma diretriz de conduta médica no Brasil.

“Não é recomendado o uso de HCQ na profilaxia ou no tratamento de pacientes com quadro de covid-19 leve”, conclui o estudo. A diretriz com o novo estudo está disponível em Publicações no site da AMB.

VEJA AQUI