Publicidade
Mercado da bola

Atacante ex-Coritiba rescinde com clube português e está livre no mercado

Welinton Junior em ação pelo Aves, de Portugal
Welinton Junior em ação pelo Aves, de Portugal (Foto: Divulgação/Aves)

Foram 28 jogos, 11 gols e quatro assistências. Os números mostram que a passagem do ponta Welinton Junior pelo Desportivo Aves foi positiva. Além de participar diretamente de 15 gols da equipe, ele também é o quarto jogador que mais sofreu faltas nas 24 rodadas no Campeonato Português, segundo o site WhoScored. A média foi de 2,8 faltas sofridas por jogo.

Se dentro de campo o cenário foi positivo para Welinton Junior, fora de campo a situação foi complicada. O jogador, de 26 anos, teve que apelar à FIFA para conseguir a rescisão com o clube, pois o Deportivo Aves não cumpriu o que estava acordado em contrato.

Com isso, Welinton Junior está livre para buscar uma nova equipe. “Logo na primeira experiência na Europa consegui deixar uma boa impressão. Por isso, acredito que posso continuar escrevendo uma bonita história por aqui. No entanto, a janela está fechada. Então, creio receba sondagens também para voltar ao Brasil. Como no futebol as negociações estão estagnadas pelo Coronavírus, o momento requer observar bem as propostas que virão e fazer a melhor escolha para a sequência da minha carreira”, declarou o atacante que teve sua maior média de gols na carreira pelo Desportivo Aves (0,53 por partida).

No Coritiba, em 2019, Welinton Junior disputou dez jogos (todos na função de ponta), marcou um gol e fez três assistências.

Welinton Junior é um dos 21 jogadores ex-Athletico, Coritiba e Paraná Clube que chegaram a atuar na atual temporada da Liga de Portugal — clique aqui para ver a lista completa.

Antes de acertar com o Desportivo Aves, Welinton Junior estava atuando pelo Coritiba. Na opinião do jogador, o fato de já ter iniciado marcando gols nos primeiros jogos em Portugal foi determinante para ter sucesso no país. “Logo na estreia fiz gol, me deu confiança, isso foi fundamental para buscar o meu espaço e me consolidar como titular. Vim para cá muito focado, pois sabia que era uma ótima oportunidade e vitrine. Com muito esforço as coisas dentro de campo aconteceram da melhor maneira”, analisou Welinton, que com sete gols anotados era o quarto brasileiro com mais gols na elite do Campeonato Português, atrás apenas de Carlos Vinícus (Benfica), Sandro Lima (Gil Vicente) e Alex Telles (Porto).

Enquanto define o futuro clube, Welinton Junior segue em Portugal e toma bastante cuidado para manter-se em boas condições neste período de isolamento social. “Tenho treinado diariamente para chegar bem fisicamente no meu futuro clube. Além disso, estou cuidando muito da minha alimentação, pois sei que neste período que vivemos de quarentena a tendência é que a gente tenha algum relaxamento”, finalizou.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES