Assine e navegue sem anúncios [+]
No Ceará

Athletico abre o Brasileirão em jogo 'invisível' contra o Fortaleza

Geuvânio
Geuvânio (Foto: Fabio Wosniak / site oficial do Athletico)

O Campeonato Brasileiro de 2020, que deveria ter começado em maio, vai finalmente se iniciar, três meses depois. O adiamento ocorreu por causa da pandemia do coronavírus. A primeira partida da competição será neste sábado (8), às 19 horas, e envolve o Athletico diante do Fortaleza. Apesar de ser tecnicamente o jogo de abertura e de ser o primeiro no “novo normal”, será um jogo invisível.

Motivo: praticamente ninguém verá a partida. Por causa das restrições sanitárias diante da pandemia da Covid-19, não haverá público na Arena Castelão, em Fortaleza. E não está prevista transmissão em nenhum tipo de mídia de vídeo (TV aberta, pay-per-view, streaming ou TVs dos clubes).

De acordo com uma medida provisória assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, os direitos de transmissão das partidas são dos times mandantes, que podem negociar como quiserem. O Fortaleza vê essa partida com o Athletico como um jogo de menor apelo e não se interessou em negociar. A Turner, que tem os direitos televisivos dos dois times, optou por não transmitir. Apenas radialistas e imprensa credenciada devem acompanhar o jogo.

A partida de abertura do Brasileirão ocorre três dias depois que o Athletico conseguiu o título paranaense em cima do Coritiba, na última quarta-feira (5). O pouco tempo de descanso levou o técnico Dorival Júnior a poupar vários jogadores que estiveram em campo na quarta-feira. Entre eles, o goleiro Santos, o zagueiro Thiago Heleno, o lateral Márcio Azevedo, o volante Wellington, os meias Erick e Marquinhos Gabriel e o atacante Bissoli. Eles nem viajaram a Fortaleza. O clube paranaense ainda tem uma outra baixa: o lateral Adriano, 35 anos. Ele rescindiu contrato com o clube nesta sexta-feira (7), após 18 jogos, e deve retornar ao futebol europeu. O Besiktas, da Turquia, seria um dos interessados.

Os 25 relacionados para o jogo em Fortaleza são os goleiros Jandrei, Anderson e Bento; os laterais Khellven, Jonathan e  Abner; os zagueiros Felipe Aguilar, Pedro Henrique, José Ivaldo e Lucas Halter; os meio-campistas Fernando Canesin, Léo Cittadini, Nikão, Lucho González, Kawan, Christian, Bruno Leite, Richard, Leo Gomes; e os atacantes Geuvânio, Carlos Eduardo, Jajá, Pedrinho, Vinícius Mingotti e Vitinho. Dorival ainda não definiu a equipe, mas provavelmente vai escalar Felipe Aguilar ou Pedro Henrique na zaga, Richard no meio e Geuvânio no ataque.  Todos vieram como reforços para o Brasileirão.

FORTALEZA x ATHLETICO
Fortaleza: Felipe Alves; Tinga, Quintero, Paulão e Bruno Melo; Felipe e Juninho; Osvaldo, David e Romarinho; Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni
Athletico: Jandrei; Khellven, Felipe Aguilar (Pedro Henrique), Lucas Halter e Abner; Richard, Fernando Canesin e Leo Cittadini; Nikão, Geuvânio e Carlos Eduardo. Técnico: Dorival Júnior
Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Local: Arena Castelão, em Fortaleza (CE), sábado, às 19 horas

Assine e navegue sem anúncios [+]

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES

Utilizamos cookies e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições. OK