Caracas

Athletico aplica sua maior goleada na história da Libertadores e garante vaga

(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)
(Foto: Franklin de Freitas)

O Athletico Paranaense está nas oitavas de final da Libertadores 2022. A classificação foi garantida nessa quinta-feira (dia 26) à noite, na Arena da Baixada, com a vitória por 5 a 1 sobre o Caracas, pela 6ª e última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, com gols de Pablo (2), Christian (2) e Pedro Rocha (1). O time paranaense terminou em 2º lugar do Grupo B, atrás do Libertad no critério de desempate (saldo de gols). Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

Os confrontos das oitavas de final serão definidos em sorteio, marcado para as 13 horas desta sexta-feira. Por ter terminado em 2º lugar do Grupo, o Furacão fica no Pote 2 do sorteio. Os primeiros colocados estarão no Pote 1.

Nesta quinta-feira, o time paranaense só precisava de um empate para avançar às oitavas.

Clique aqui para assistir aos gols do Athletico na partida.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES — notas para os jogadores do Athletico.

RECORDE
O placar passa a ser a maior goleada do Athletico na história da Libertadores. Antes, o recorde era o 4 a 0 sobre o Jorge Wilstermann, em 2019.

ARTILHEIROS
O centroavante Pablo soma agora 6 gols em 17 jogos. É o vice-artilheiro do Athletico em 2022, empatado com Rômulo (6 gols em 18 jogos) e atrás de Terans (7 em 18). O volante Christian tem agora 13 gols em 121 jogos na carreira. Foram os primeiros gols dele em 2022. O ponta Pedro Rocha tem 7 gols em 39 pelo Furacão — foi o primeiro dele em 2022.

SÉRIE INVICTA
O Athletico ampliou sua série invicta como mandante. Não perde em casa por competições da Conmebol há três anos. Foram 11 vitórias e 3 empates desde a última derrota em Curitiba — 1 a 0 para o Boca Juniors, pelas oitavas de Libertadores de 2019.

TABUS
O time venezuelano nunca venceu uma partida no Brasil — em 12 partidas, acumulou 11 derrotas e 1 empate. Outro tabu é que o Athletico nunca perdeu para venezuelanos — 5 vitórias e 1 empate. Os dados consideram apenas competições oficiais.

FELIPÃO
Esse foi o 5º jogo do técnico Felipão no comando do Athletico, agora com 4 vitórias e 1 derrota.

ESCALAÇÃO
O técnico Felipão repetiu a escalação de domingo. As baixas eram Thiago Heleno, Léo Cittadini, Marcelo Cirino e Vitinho, todos em recuperação. Vitor Roque não está inscrito na Libertadores. Ele manteve o esquema tático 4-2-3-1 de sempre, com Terans (centro), Canobbio (direita) e Cuello (esquerda) na linha de três. O Caracas veio sem seu artilheiro em 2021 e em 2022: o atacante nigeriano Samson Akinyoola não conseguiu visto para entrar no Brasil. Outro desfalque era o lateral Eduardo Ferreira, suspenso.

PRIMEIRO TEMPO
Precisando vencer para se classificar, o Caracas saiu para o jogo e não ficou recuado. O Athletico teve alguma dificuldade nos primeiros 15 minutos, mas logo encontrou espaços e abriu vantagem no placar. Aos 18, Pablo chutou de fora da área e fez 1 a 0. Aos 21, Cuello acionou Terans, que chutou de fora da área e a bola desvia nas nádegas de Pablo, enganando o goleiro: 2 a 0. O Caracas não conseguiu reagir e foi presa fácil. O Athletico seguiu atacando e criou mais duas boas chances para ampliar. E fez o 3º gol aos 46, em cruzamento de Abner e finalização de Christian.

SEGUNDO TEMPO
O jogo recomeçou com controle do Athletico. Aos 12, as primeiras substituições, com as entradas do volante Erick e do ponta Pedro Rocha. Aos 13, gol do Caracas, após cobrança de falta, cruzamento para a área e cabeceio de Rivero. Aos 20, saiu Terans e entrou o meia Marlos. O time venezuelano se perdeu em campo e o Athletico ampliou a vantagem. Aos 25, Christian fez jogada bela jogada individual, chutou da meia-lua e fez 4 a 1. Aos 29, Pedro Rocha tabelou com Pablo e anotou 5 a 1. Aos 35, Marlos saiu lesionado. Vitor Bueno entrou. Aos 36, saiu Christian e entrou Matheus Fernandes.

ESTATÍSTICAS
No total dos 90 minutos, o Athletico somou 67% de posse de bola, 22 finalizações (9 certas) e 86% de precisão nos passes. O Caracas teve 8 finalizações (2 certas) e 69% de precisão nos passes. Os dados são do Sofascore.

ATHLETICO 5x1 CARACAS
Athletico: Bento; Khellven, Pedro Henrique, Nico Hernandez e Abner; Hugo Moura (Rrick) e Christian (Matheus Fernandes); Canobbio (Pedro Rocha), Terans (Marlos, depois Vitor Bueno) e Cuello; Pablo. Técnico: Luiz Felipe Scolari
Caracas: Baroja; Rivillo, Rivero, Osío e Notaroberto; Vicente Rodríguez (Molina) e Carlos Suárez; Kwaku Bonsu Osei, Torres (Luís González) e Zambrano (Albizo); Moreno. Técnico: Francesco Stifano
Gols: Pablo (18-1º e 21-1º), Christian (46-1º e 25-2º), Rivero (13-2º), Pedro Rocha (29-2º)
Cartões amarelos: Carlos Suárez, Notaroberto (C). Khellven (A)
Árbitro: Nicolás Lamolina (Argentina)
Público: 24.076
Local: Arena da Baixada

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
12 - Cuello dispara na ponta-esquerda e cruza rasteiro. Pablo desvia. O goleiro rebate. Canobbio tenta de novo. O goleiro defende.
16 – Cuello chuta de fora da área. O goleiro segura no centro.
18 - Gol do Athletico. Abner intercepta e aciona Pablo, no meio-campo. Ele dribla um e chuta de fora da área. A bola morre no canto.
21 - Gol do Athletico. Cuello avança na esquerda e rola para Terans, que chuta de fora da área. A bola desvia nas nádegas de Pablo e engana o goleiro.
35 - Canobbio é derrubado na área por Rodríguez. O árbitro não marca o pênalti.
38 - Terans faz boa jogada e toca para Pablo, na área. Ele chuta e a zaga bloqueia.
46 - Gol do Athletico. Abner cruza rasteiro. Livre na cara do gol, Christian desvia para o canto.

Segundo tempo
4 – Bonsu dribla um e chuta de fora da área. A bola vai ao lado.
13 – Gol do Caracas. Falta na esquerda. Torres cruza. Rivero ganha de Pedro Henrique, chega antes que Bento e cabeceia para o gol vazio.
22 – Pedro Rocha cruza rasteiro. A zaga desvia e quase mata o goleiro, que faz grande defesa.
25 - Gol do Athletico. Erick toca. Christian dispara do meio-campo, passa por dois adversários, chuta da meia-lua e acerta no cantinho.
28 – Torres chuta de fora da área. A bola passa perto, ao lado.
29 - Gol do Athletico. Pedro Rocha tabela com Pablo, recebe na área e toca no cantinho.