Publicidade
Floyd

Athletico, Coritiba e Paraná se manifestam contra o racismo

(Foto: Reprodução/Twitter/Paraná Clube)

Athletico Paranaense, Coritiba e Paraná Clube se manifestaram nessa segunda-feira (dia 1º) contra o racismo, em reação aos protestos e ações em todo o mundo nos últimos dias. O estopim foi o caso do ex-segurança George Floyd, 40 anos, morto por um policial branco, que o imobilizou com o joelho em seu pescoço até ele ficar inconsciente, nos Estados Unidos.

Nas redes sociais, os clubes fizeram uma ‘corrente’ e citaram três jogadores negros que marcaram a história dos clubes.

Desafiado pelo Ceará, o Athletico Paranaense citou Djalma Santos, Ziquita e Kléber. O Furacão desafiou o Paraná Clube, que respondeu com Saulo, Borges e Balu.

O clube da Vila Capanema, que trocou sua foto de perfil no Twitter por símbolo em preto e branco, desafiou o Coritiba, que listou Moacir Gonçalves, Reginaldo Nascimento e Jairo.

As postagens dos clubes usavam sempre a hashtag: #VidasNegrasImportam.

O Paraná Clube também divulgou a mensagem: "Nos importamos com todos e não toleramos nenhum tipo de segregação". 

O Athletico usou o Twitter para avisar: "Nosso sangue é rubro e NEGRO!".

Já a mensagem do Coritiba foi: "Somos Coxas-Brancas no apelido, mas somos Coxas de TODAS as cores, sem exclusão!".

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES