Atletiba

Athletico e Coritiba colocam 'panos quentes' no fraco futebol do clássico

Coritiba 0x0 Athletico
Coritiba 0x0 Athletico (Foto: Valquir Aureliano)

O empate entre Coritiba e Athletico Paranaense no sábado (dia 9) à noite, no Couto Pereira, recebeu uma avalanche de críticas nas redes sociais pela péssima qualidade do futebol apresentado pelas duas equipes. No geral, foi um péssimo jogo, com muitos erros e pouca disposição em buscar a vitória. Foi um dos piores Atletibas da história. 

Nas entrevistas pós-jogo, porém, os comandantes das duas equipes ‘pegaram leve’ e evitaram críticas contundentes ao fraco futebol.

O contrato do técnico Gustavo Morínigo não foi registrado na CBF a tempo. Com isso, ele não ficou no banco comandando o Coritiba. Quem estava na beira do gramado era o auxiliar Júlio Sérgio.

Na entrevista coletiva, Júlio Sérgio elogiou os jogadores. “O Coritiba passou por muitas transformações nos últimos dias. E o grupo absorveu bem essas mudanças. Tivemos jogadores fazendo tudo que foi pedido e se entregaram ainda mais que no último jogo. Os jogadores estão de parabéns. Tivemos uma ideia de jogo e ela foi cumprida. Tivemos mais chances de gol e não sofremos. Essa mudança de comportamento vai ser implantada aos poucos. As coisas tendem a ser bem melhores”, declarou.

Júlio Sérgio ressaltou que Gustavo Morínigo só fez um treino tático antes do Atletiba. “Futebol leva tempo para resultados dentro do campo. Foi incrível o trabalho do Gustavo. Com apenas um treino tático, ele conseguiu compactar a equipe. São pequenos degraus que vamos subindo, colocando na cabeça dos jogadores os conceitos e os princípios. E manter essa evolução física, na parte da entrega”, destacou.

O técnico do Athletico, Paulo Autuori, colocou ‘panos quentes’ na fraca atuação do time.. “Hoje o jogo se desenhou muito difícil. O adversário interpretou bem o que se propôs a fazer. Eles jogaram com as linhas muito baixas e não pudemos acelerar o jogo, não conseguimos chegar ao último terço”, disse. “O adversário usou linha de seis (na defesa) muitas vezes”, comentou. “Não estivemos num bom dia, não jogamos bem. Acontece com todas as equipes”, declarou.

“Não foi um bom jogo de futebol, mas vejo a situação num contexto maior”, afirmou. “Continuamos a não sofrer gols”, ressaltou. “Nem sempre você vai fazer bons jogos. O Campeonato Brasileiro tem muita oscilação de jogo, de resultado. É um campeonato difícil. Muita água vai correr por debaixo dessa ponte”, destacou o técnico.