Publicidade
Campeonato Paranaense

Athletico e Coritiba iniciam decisão do ‘Covidão 2020’ e emendam início do Brasileirão

Dorival Júnior e Eduardo Barroca
Dorival Júnior e Eduardo Barroca (Foto: Divulgação / Athletico e Divulgação / Coritiba)

Athletico e Coritiba iniciam neste domingo (2/8) a decisão do Campeonato Paranaense de 2020 – ou o ‘Covidão2020’, já que a competição sofreu forte impacto com a pandemia da Covid-19. O primeiro jogo da decisão está marcado para as 16 horas, na Arena da Baixada. O segundo será no Couto Pereira, na quarta-feira (5), às 20 horas. Em seguida, os dois times já vão estrear pelo Campeonato Brasileiro.

O impacto do coronavírus nas finais será a ausência de público. Tanto a Arena da Baixada quanto o Couto Pereira terão portões vazios – a presença de público é proibida diante das regras sanitárias em vigor.

O Estadual foi paralisado em 17 de março, dois dias após o fim da primeira fase. A última rodada já havia sido com portões fechados. A competição voltou em 18 de julho, dias depois que o governo estadual afrouxou as regras após uma quarentena restritiva – uma medida instaurada para ajudar no combate à Covid-19.

Outro impacto da Covid-19 será a emenda imediata das finais do Paranaense com a abertura do Brasileirão. Ambos estreiam no dia 8 de agosto, um sábado, apenas três dias após o segundo jogo da final. Desde 2003, quando começou a era dos Pontos Corridos, os times tinham pelo menos uma semana entre as duas competições. A rigor, a dupla Atletiba vai abrir o Brasileirão, já que vai protagonizar os dois primeiros jogos marcados para a 1ª rodada. O Furacão enfrenta o Fortaleza às 19 horas, na Arena Castelão. E o Coritiba recebe o Internacional no Couto Pereira às 19h30.

Contrastes

Quando se enfrentaram na primeira fase, o Coritiba venceu o Athletico por 4 a 0, no Couto Pereira. Contudo, o Furacão na ocasião usou o time de aspirantes, com Eduardo Barros como treinador. Nas finais, irá com o time principal, comandado por Dorival Júnior. Quando jogou na Arena da Baixada com os principais jogadores, o Furacão venceu seus adversários marcando cinco gols em todos os jogos – 5 a 1 sobre o Cascavel CR, na primeira fase, 5 a 0 sobre o Londrina, nas quartas, e 5 a 1 sobre o FC Cascavel, nas semifinais.

Outro contraste é quanto aos treinadores. Dorival Júnior, do Athletico, tem 58 anos e já soma seis títulos estaduais – um deles, com o próprio Coritiba, em 2008. O Coxa-branca Eduardo Barroca, por sua vez, tem 38 anos e nunca conquistou um título como treinador de um time profissional.

Os times

O Athletico tem problemas nas duas laterais. Erick, que vinha jogando pelo lado direito, ficará um mês fora, devido a uma lesão no joelho. Assim, Jonathan deve jogar, embora não esteja em boa forma. No lado esquerdo, Márcio Azevedo está em quarentena e Adriano cumpre suspensão, abrindo lugar para Abner Vinícius. Thiago Heleno cumpriu suspensão por cartões amarelos e retorna à zaga. Leo Cittadini e Nikão, poupados contra o FC Cascavel, retornam. Na ponta, Carlos Eduardo é dúvida, já que sente dores. Se não jogar, as opções são Vitinho, Jajá e Pedrinho.

O Coritiba, por sua vez, tem o retorno do zagueiro Rhodolfo e dos atacantes Robson e Igor, que cumpriram suspensão no 2º jogo contra o Cianorte. No meio, a tendência é o retorno de Nathan Silva, que também havia cumprido suspensão. Thiago Lopes, Galdezani, René Júnior e Gabriel disputam duas posições como meias-centrais no esquema 4-1-4-1.

ATHLETICO x CORITIBA
Athletico: Santos; Jonathan, Lucas Halter, Thiago Heleno e Abner Vinícius; Wellington; Léo Cittadini, Marquinhos Gabriel, Nikão e Carlos Eduardo (Vitinho); Bissoli. Técnico: Dorival Júnior.
Coritiba: Alex Muralha; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Nathan Silva, Galdezani (Thiago Lopes), Gabriel (René Júnior), Rafinha e Robson; Igor Jesus.
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior
Local: Arena da Baixada, domingo, às 16 horas

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES