Publicidade
Sem público

Athletico e Coritiba iniciam decisão do título paranaense neste domingo

Dorival Júnior e Eduardo Barroca Dorival Júnior e Eduardo Barroca
Dorival Júnior e Eduardo Barroca Dorival Júnior e Eduardo Barroca (Foto: Divulgação / Athletico e Divulgação / Coritiba)

Acontece neste domingo (2), às 16 horas, na Arena da Baixada, o primeiro Atletiba da decisão do Campeonato Paranaense de 2020 – ou o ‘Covidão2020’, já que a competição sofreu forte impacto com a pandemia da Covid-19. O segundo jogo será no Couto Pereira, na quarta-feira (5), às 20 horas. Após o último treino da equipe, o técnico do Athletico, Dorival Junior, relacionou os 23 atletas que poderão jogar no clássico. Eles já estão concentrados no CAT Altredo Gottardi. Já o treinador do Coritiba, Eduardo Barroca, optou por divulgar a escalação uma hora antes da partida.

O treinador do Athletico não poderá contar com Adriano, expulso contra o FC Cascavel, e Erick, machucado, além de Márcio Azevedo. Por outro lado, tem o retorno do zagueiro Thiago Heleno, que cumpriu suspensão automática no último jogo. Reforços recentemente contratados, como Walter, Geuvânio e Jaime Alvarado, não estão inscritos e não podem atuar no Paranaense 2020. Foram relacionados para o primeiro duelo da final contra o Coritiba: Abner,  Bruno Leite, Carlos Eduardo. Christian, Fernando Canesin, Guilherme Bissoli. Jajá. Jandrei, Jonathan, José Ivaldo, Kawan, Khellven, Léo Gomes, Léo Cittadini,  Lucas Halter. Lucho González. Marquinhos Gabriel. Nikão, Pedrinho, Santos. Thiago Heleno, Vitinho e Wellington.  A não ser que haja alguma mudança, o Coritiba deve iniciar este Atletiba com: Alex Muralha; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Nathan Silva, Matheus Galdezani e Gabriel; Rafinha, Robson e Igor Jesus. Os cinco titulares do Coritiba que cumpriram suspensão no jogo de quarta (29), quando o alviverde derrotou o Cianorte por 2 a 0, no estádio Couto Pereira, já podem jogar neste domingo.

Ausência de público

O impacto do coronavírus nas finais será a ausência de público. Tanto a Arena da Baixada quanto o Couto Pereira terão portões vazios – a presença de público é proibida diante das regras sanitárias em vigor. O Estadual foi paralisado em 17 de março, dois dias após o fim da primeira fase. A última rodada já havia sido com portões fechados. A competição voltou em 18 de julho, dias depois que o governo estadual afrouxou as regras após uma quarentena restritiva – uma medida instaurada para ajudar no combate à Covid-19.

Brasileirão emendado

Outro impacto da Covid-19 será a emenda imediata das finais do Paranaense com a abertura do Brasileirão. Ambos estreiam no dia 8 de agosto, um sábado, apenas três dias após o segundo jogo da final. Desde 2003, quando começou a era dos Pontos Corridos, os times tinham pelo menos uma semana entre as duas competições. A rigor, a dupla Atletiba vai abrir o Brasileirão, já que vai protagonizar os dois primeiros jogos marcados para a 1ª rodada. O Furacão enfrenta o Fortaleza às 19 horas, na Arena Castelão. E o Coritiba recebe o Internacional no Couto Pereira às 19h30.

Contrastes

Quando se enfrentaram na primeira fase, o Coritiba venceu o Athletico por 4 a 0, no Couto Pereira. Contudo, o Furacão na ocasião usou o time de aspirantes, com Eduardo Barros como treinador. Nas finais, irá com o time principal, comandado por Dorival Júnior. Quando jogou na Arena da Baixada com os principais jogadores, o Furacão venceu seus adversários marcando cinco gols em todos os jogos – 5 a 1 sobre o Cascavel CR, na primeira fase, 5 a 0 sobre o Londrina, nas quartas, e 5 a 1 sobre o FC Cascavel, nas semifinais. Outro contraste é quanto aos treinadores. Dorival Júnior, do Athletico, tem 58 anos e já soma seis títulos estaduais – um deles, com o próprio Coritiba, em 2008. O Coxa-branca Eduardo Barroca, por sua vez, tem 38 anos e nunca conquistou um título como treinador de um time profissional.

ATHLETICO x CORITIBA
Athletico: Santos; Jonathan, Lucas Halter, Thiago Heleno e Abner Vinícius; Wellington; Léo Cittadini, Marquinhos Gabriel, Nikão e Carlos Eduardo (Vitinho); Bissoli. Técnico: Dorival Júnior.
Coritiba: Alex Muralha; Patrick Vieira, Rhodolfo, Sabino e William Matheus; Nathan Silva, Galdezani (Thiago Lopes), Gabriel (René Júnior), Rafinha e Robson; Igor Jesus.
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior
Local: Arena da Baixada, domingo, às 16 horas

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES