Publicidade
Na Arena da Baixada

Athletico esbarra em 'velho conhecido' e empata com o Cruzeiro na Arena

O Athletico empatou em 0 a 0 com o Cruzeiro, nessa quarta-feira (dia 6) à noite, na Arena da Baixada, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o time paranaense ficou em 7º lugar, com 47 pontos. A equipe mineira está na 14ª colocação, com 34 pontos. Clique aqui para ver a classificação no site Srgoool.

A Arena só não viu uma vitória do Furacão porque o time esbarrou em um velho conhecido. O grande personagem da partida foi o goleiro Fábio, 39 anos, nascido em Nobres (MT) e revelado pelo União Bandeirante, de Bandeirantes (PR). Ele teve rápida passagem pelo Athletico em 1998. O União Bandeirante não está mais ativo e encerrou suas atividades em 2006, devido a dificuldades financeiras. Fábio, que está no Cruzeiro desde 2005, exibiu uma coleção de grandes defesas na partida desta quarta-feira e parou o ataque do time paranaense.

INTERINO
Esse foi o primeiro jogo após a saída do técnico Tiago Nunes. Contra o Cruzeiro, o Athletico foi comandado pelo interino Eduardo Barros, que foi auxiliar de Fernando Diniz em 2018 e estava como chefe das categorias de base.

FASES
O Athletico vive bom momento no ano, com seis vitórias, seis empates e apenas uma derrota nos últimos 13 jogos.

O Cruzeiro ampliou sua série invicta e agora está há nove partidas sem perder (cinco empates e três vitórias).

ESCALAÇÃO
O Athletico não tinha os laterais Adriano e Jonathan e o zagueiro Lucas Halter, todos em recuperação. O time contava com as voltas do volante Wellington, após suspensão, e do meia Léo Cittadini, recuperado de lesão. Já o Cruzeiro não contava com o meia Thiago Neves, lesionado, além do centroavante Fred, suspenso.

PRIMEIRO TEMPO
O primeiro tempo teve domínio do Athletico. Foram pelo menos cinco finalizações perigosas. No entanto, foram defendidas pelo goleiro Fábio, 39 anos, que estava em noite inspirada. O Cruzeiro praticamente não conseguiu atacar e só levou perigo em um momento da primeira etapa. Aos 28 minutos, Cittadini saiu lesionado. Entrou o meia Bruno Nazário.

SEGUNDO TEMPO
A pressão continuou no segundo tempo. E Fábio continuou brilhando. Aos 5 minutos, Bruno Guimarães saiu mancando. Entrou o volante Camacho. Aos 14 minutos, um gol do Cruzeiro acabou anulado pelo VAR, por toque de mão de Sassá. O jogador recebeu o segundo amarelo na partida e acabou expulso. O Athletico ficou com um jogador a mais, mas não conseguiu aproveitar essa superioridade. Aos 23, saiu o volante Wellington e entrou o atacante Marcelo Cirino. E ainda levou um susto aos 41, quando Ezequiel chutou uma bola na trave e quase abriu o placar para o Cruzeiro.

ESTATÍSTICAS
Nos 90 minutos, o Athletico somou 18 finalizações (7 certas), 58% de posse de bola, 94% de acerto nos passes e 8 escanteios. O Cruzeiro obteve 12 finalizações (4 certas), 42% de posse de bola, 88% de acerto nos passes e 7 escanteios. Os números são do site Footstats.

ATHLETICO 0x0 CRUZEIRO
Athletico: Santos; Madson, Thiago Heleno, Léo Pereira e Márcio Azevedo; Wellington (Marcelo Cirino) e Bruno Guimarães (Camacho); Nikão, Léo Cittadini (Bruno Nazário) e Rony; Marco Ruben. Técnico: Eduardo Barros
Cruzeiro: Fábio; Edilson, Cacá, Fabrício Bruno e Egídio (Dodô); Henrique e Éderson; Marquinhos Gabriel, Robinho (Ariel Cabral) e David (Ezequiel); Sassá. Técnico Abel Braga
Cartões amarelos: Léo Pereira, Marco Ruben (A). Sassá (C).
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP)
Público: 12.285
Local: Arena da Baixada

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
11 – Márcio Azevedo toca para Wellington, que faz belo lançamento. Dentro da área, Madson entra livre e finaliza cruzado, de cabeça. A bola vai na rede, pelo lado de fora.
13 - Nikão arrisca um chute para o gol, Fábio cai e dá um tapa, para escanteio.
15 - Márcio Azevedo cobra escanteio da esquerda. Thiago Heleno sobe mais alto e cabeceia no cantinho. Fábio faz grande defesa.
30 – Bruno Guimarães chuta colocado, da entrada da área. Fábio voa no canto.
40 - Dodô chuta de longe. Santos espalma.
42 – Athletico pressiona. A bola sobra para Rony, que bate no contrapé do goleiro. Fábio cai e faz boa defesa.
43 - Marco Ruben tenta o chute frontal, de fora da área. Fábio faz outra grande defesa, no cantinho.

Segundo tempo
2 – Chute perigoso de Sassá. Santos faz boa defesa.
14 – Gol do Cruzeiro anulado pelo VAR, por toque de mão de Sassá. O jogador recebe o segundo amarelo e acaba expulso.
29 – Cruzamento. Bruno Nazário desvia de cabeça. Fábio defende.
41 - Ezequiel chuta para o gol, mesmo sem ângulo. A bola explode na trave.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES