Libertadores

Athletico leva gol aos 44, empata com o River e reclama de expulsão polêmica

Bissoli comemora gol do Athletico sobre o River: artilheiro do time em 2020
Bissoli comemora gol do Athletico sobre o River: artilheiro do time em 2020 (Foto: Divulgação/Athletico.com.br/Fabio Wosniak)

O Athletico Paranaense empatou em 1 a 1 com o River Plate, nessa terça-feira (dia 24) à noite, na Arena da Baixada, no jogo de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. A partida de volta será em 1º de dezembro (terça-feira), na Argentina. O gol como visitante é critério de desempate. Com isso, o time argentino só precisa de um empate em 0 a 0 para avançar. O Furacão se classifica com empate em dois ou mais gols. Um novo placar de 1 a 1 leva a decisão para os pênaltis.

Comandado por Paulo Autori, o Athletico vinha de quatro vitórias consecutivas — todas pelo Brasileirão. Após a pausa provocada pela pandemia, o River voltou a jogar em setembro. Desde então, somou 6 vitórias, 2 empates e 1 derrota. A única derrota foi para o Banfield, pelo campeonato nacional. O único empate anterior foi com o São Paulo, pela Libertadores.

Clique aqui para ver as ATUAÇÕES - notas para os jogadores do Athletico.

ARTILHEIRO
Bissoli marcou um na partida e soma agora 9 gols em 23 jogos pelo Athletico em 2020. Ele é o artilheiro do clube na temporada, à frente de Nikão (7 gols em 25 partidas). Na Libertadores 2020, Bissoli tem dois gols em 5 partidas.

GALLARDO NO BRASIL
Em partidas no Brasil, o River Plate sob o comando de Marcelo Gallardo só conseguiu duas vitórias até hoje: sobre o Grêmio em 2018 e sobre o Cruzeiro em 2015. Nos demais duelos, foram 4 derrotas e 6 empates. O treinador argentino está no cargo desde maio de 2014.

ESCALAÇÃO DO ATHLETICO
As baixas no Athletico eram os goleiros Santos e Jandrei, o lateral-esquerdo Abner, o zagueiro Zé Ivaldo, o volante Jaime Alvarado, os meias Nikão e Canesin e o ponta Geuvânio, todos com Covid-19. Lesionados, completam a lista o lateral-direito Jonathan, o lateral-esquerdo Márcio Azevedo e o ponta Vitinho. O esquema tático foi o 4-2-3-1, com Reinaldo (direita), Cittadini (centro) e Carlos Eduardo (esquerda) no setor ofensivo. O River veio com força máxima e no esquema tático 4-3-1-2.

PRIMEIRO TEMPO
O início teve bom futebol do Athletico, que perdeu um gol logo aos 3 minutos, após cobrança de lateral e chute para fora de Richard, na cara do gol. O River começou a controlar a partida a partir dos 15 minutos e teve facilidade para explorar as costas dos laterais. O time argentino teve três boas chances para abrir o placar, mas Matías Suárez e Borré desperdiçaram. Ainda na metade da primeira etapa, Cittadini e Carlos Eduardo trocaram de posição em campo.

SEGUNDO TEMPO
No intervalo, Autuori tirou Kayzer e Carlos Eduardo. E colocou os centroavantes Walter e Bissoli. O jogo ficou equilibrado. O gol atleticano veio aos 12, em belo lançamento de Erick e chute poderoso de Bissoli, da meia-lua. Aos 25, Reinaldo levou o segundo amarelo no jogo e acabou expulso. O lance é polêmico. A imagem da TV dá a impressão de falta ‘comum’, sem necessidade da cartão. Os jogadores do Athletico cercaram o árbitro e reclamaram bastante dessa decisão. O River partiu para o abafa. Aos 29, saiu o lateral João Victor e entrou o zagueiro Aguilar. Aos 32, Lucho González entrou no lugar de Richard. A pressão aumentou a cada minuto e o empate argentino veio aos 44, após escanteio para o meio da área e cabeceio de Díaz.

ESTATÍSTICAS
Ao fim do jogo, o Athletico somou 5 finalizações (1 certa), 30% de posse de bola, 64% de acerto nos passes e 4 escanteios. O River obteve 15 finalizações (5 certas), 70% de posse de bola, 83% de acerto passes e 15 escanteios. Os números são do site Sofascore.

ATHLETICO 1x1 RIVER PLATE
Athletico: Bento; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e João Victor (Aguilar); Richard (Lucho) e Wellington; Carlos Eduardo, Léo Cittadini e Reinaldo; Kayzer. Técnico: Paulo Autuori
River Plate: Armani; Montiel, Paulo Díaz, Pinola e Casco (Lucas Pratto); Enzo Pérez; Sosa, Nacho Fernández e De La Cruz (Carrascal); Borré (Julián Álvarez) e Matías Suárez. Técnico: Marcelo Gallardo
Gols: Bissoli (12-2º) e Díaz (44-2º)
Expulsão: Reinaldo (25-2º)
Cartões amarelos: Cittadini, Carlos Eduardo, Reinaldo (A). Montiel (R).
Árbitro: Andres Rojas (COL)
Local: Arena da Baixada, às 19h15

PRINCIPAIS LANCES
Primeiro tempo
1 – Suárez cruza. Na cara do gol, Borré cabeceia fraco. Bento segura.
3 - João Victor cobra lateral. Reinaldo ajeita, Kayzer protege e a bola sobra na cara do gol para Richard, que chuta para fora.
13 - Bola nas costas da defesa. Matías Suárez parte livre e invade a área, mas é travado por Pedro Henrique ao finalizar.
25 - Suárez recebe nas costas de João Victor, entra na área, passa por Thiago Heleno e chuta. Bento segura.
32 - De La Cruz cobra escanteio. Diaz cabeceia. Bento espalma.

Segundo tempo
3 - Borré avança na ponta e rola para Fernández, na cara do gol. Ele chuta mal, para fora.
12 - Gol do Athletico. Erick lança. Bissoli domina na meia-lua e chuta no canto.
32 - Pressão do River. Carrascal chute, de dentro da área. Thiago Heleno bloqueia.
40 – Escanteio. Matías Suárez cabeceia. A bola bate no travessão.
44 - Gol do River. Escanteio para o meio da área. Díaz sobe sozinho e cabeceia no ângulo.