Brasileirão

Athletico tem mais três casos de Covid-19 e chega a 14 baixas para sábado

Aguilar em treino do Athletico
Aguilar em treino do Athletico (Foto: Divulgação/Athletico.com.br/Fabio Wosniak)

O Athletico Paranaense divulgou nessa sexta-feira (dia 27) que mais três jogadores testaram positivo para Covid-19: o goleiro Leonardo Linck, o lateral-direito Khellven e o zagueiro Felipe Aguilar. Antes, oito jogadores já ficaram de fora da partida contra o River Plate, na última terça-feira, por terem testado positivo: os goleiros Santos e Jandrei, o zagueiro Zé Ivaldo, o lateral-esquerdo Abner, o volante Jaime Alvarado, os meias Fernando Canesin e Nikão e o ponta Geuvânio.

Esses 11 jogadores desfalcam a equipe contra o Palmeiras, neste sábado (dia 28), às 17 horas, no Allianz Parque, pelo Campeonato Brasileiro. Além dos 11 com Covid-19, o Athletico não terá mais três jogadores que se recuperam de lesões: o lateral-direito Jonathan, o lateral-esquerdo Márcio Azevedo e o ponta Vitinho.

Dessa forma, a provável escalação será Bento; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e João Victor; Wellington e Christian; Carlos Eduardo (Fabinho), Léo Cittadini e Reinaldo; Renato Kayzer (Bissoli).

ÉTICA
Ao divulgar os casos de Covid, o Athletico explicou sua postura em relação aos protocolos. Veja o texto do publicado no site oficial do clube, na íntegra:

“Na quinta-feira (26/11), o Club Athletico Paranaense realizou novamente os testes para detecção da Covid-19 em todos os seus atletas profissionais e membros da comissão técnica. O protocolo da CBF para o Campeonato Brasileiro não exige que os testes sejam refeitos nos atletas que já apresentaram resultado positivo anteriormente. Mesmo assim, o Club realiza periodicamente os exames em todos os atletas e funcionários de todas as categorias.

Na equipe principal, existem casos de jogadores que novamente tiveram resultado positivo para a detecção da Covid-19. Ou seja, pelo protocolo da CBF, esses atletas estão aptos a atuar contra o Palmeiras. No entanto, o Club optará pela ética e não colocará em campo esses jogadores.

Pelo entendimento do Athletico, existe a possibilidade de os primeiros exames desses atletas terem sido falsos positivos, pois, em alguns casos, não apresentaram sintomas. Também existe a dúvida sobre casos de reinfecção pela Covid-19 em curto espaço de tempo, algo que ainda está sob estudos científicos. Como ainda não há certeza sobre esses diagnósticos e os testes anteriores não dão nenhuma segurança ao clube, o Athletico não colocará em risco seus profissionais e também os profissionais do SE Palmeiras.
É importante ressaltar que o Athletico não está de acordo com esse item do protocolo da CBF e acredita que o mesmo deve ser atualizado para o bem de todos os que trabalham no futebol brasileiro.

Nos exames realizados antes da partida contra o Palmeiras, apresentaram resultado positivo: Santos, Jandrei, Leonardo Linck, Fernando Canesin, Zé Ivaldo, Alvarado, Geuvânio, Nikão, Abner, Khellven e Felipe Aguilar.

Conforme informado acima, alguns desses atletas já haviam apresentado resultado positivo anteriormente. O Club está tomando todas as providências para garantir a segurança e a saúde de todos os seus colaboradores e familiares.”