Publicidade
Campeonato Paranaense

Athletico tem melhor média de gols desde Juan Ramón Carrasco

Carrasco: hoje ele lidera a primeira divisão do Uruguai
Carrasco: hoje ele lidera a primeira divisão do Uruguai (Foto: Franklin de Freitas)

O Athletico Paranaense tem em 2019 sua melhor média de gols no Campeonato Paranaense dos últimos anos. Na atual edição, a equipe de aspirantes, comandada pelo técnico Rafael Guanaes, marcou 20 gols em nove partidas – média de 2,22 por jogo. Nas seis edições anteriores (2018, 17, 16, 15, 14 e 13), o clube não conseguiu chegar à media de dois gols por jogo.

A última vez que o Athletico superou a média de dois gols por partida no Paranaense foi em 2012, sob o comando do técnico uruguaio Juan Ramón Carrasco. Aquele time marcou 52 gols em 24 jogos – média de 2,17. Fez campanha arrasadora na fase de classificação. Na final, contra o Coritiba, empatou em 2 a 2 na Vila Capanema e em 0 a 0 no Couto Pereira. Perdeu o título nos pênaltis. No total, foram 15 vitórias, seis empates e três derrotas.

Após três anos de gestão de Marcos Malucelli, Mario Celso Petraglia voltou ao clube em dezembro de 2011. Carrasco foi o primeiro treinador da nova gestão de MCP. O uruguaio não ganhou reforços na primeira fase e não tinha sequer um lateral-direito para escalar. Acabou improvisando o versátil Pablo (hoje no São Paulo) na lateral-direita. Só depois, durante a competição, ganhou um lateral: Gabriel Marques (hoje no Barcelona-EQU).

Outro obstáculo de Carrasco foi não contar com a Arena da Baixada, que estava em obras para a Copa do Mundo de 2014. O Athletico usou o Ecoestádio e a Vila Capanema naquele Paranaense.

Os jogadores de cada posição que mais atuaram naquele estadual foram Rodolfo; Pablo, Manoel, Gustavo Lazaretti e Héracles; Deivid, Renan Foguinho e Harrison; Ricardinho, Bruno Mineiro e Bruno Furlan. Os nomes mais conhecidos do elenco foram titulares em menos jogos: Marcinho (11 vezes), Paulo Baier (9 vezes), Ligüera (7), Guerrón (6), Alan Bahia (2) e Marcelo Cirino (1).

Os artilheiros do time naquele Paranaense foram Bruno Mineiro (12 gols), Bruno Furlan (6), Paulo Baier (5), Guerrón (5) e Ligüera (5). Os jogadores com mais assistências foram Bruno Furlan (5), Bruno Mineiro (5) e Paulo Baier (5).

Carrasco foi demitido após quatro jogos na Série B – duas vitórias e duas derrotas. Hoje está no Fénix, líder invicto do Campeonato Uruguaio.

TIAGO NUNES
Nem o time de Tiago Nunes conseguiu superar a média de dois gols por jogo. No Paranaense 2018, o treinador comandou os aspirantes e conquistou o título marcando 26 gols em 16 partidas (média de 1,6).

DESTAQUES DOS EDITORES