Publicidade
Justiça

Athletico tenta converter multa em doação para hospital, mas tribunal rejeita

Atletiba com torcida única, em 30 de janeiro: o início da confusão
Atletiba com torcida única, em 30 de janeiro: o início da confusão (Foto: Valquir Aureliano)

O Athletico Paranaense divulgou nota oficial nessa quarta-feira (dia 17) criticando mais uma decisão polêmica do Tribunal de Justiça Desportiva do Paraná (TJD-PR). Dessa vez, o clube pretendia converter uma multa de R$ 50 mil em doação para o Hospital Erasto Gaertner. No entanto, o Tribunal rejeitou o pedido.

A multa é referente ao caso do primeiro Atletiba de 2019, quando o Athletico adotou torcida única. O caso foi para o TJD-PR, que aplicou multa de R$ 200 mil contra o clube. No julgamento do recurso, no STJD, no Rio de Janeiro, o Furacão conseguiu reduzir o valor para R$ 50 mil.

Agora, o clube pretendia converter metade desse valor em doação para um hospital. No entanto, o TJD prefere que o dinheiro siga para os confres da Federação Paranaense de Futebol.

Essa é a segunda vez em 2019 que o Athletico faz duras críticas ao TJD-PR – clique aqui para lembrar como foi a primeira vez.

As críticas ao TJD provocaram mais punições ao clube pelo TJD-PR – clique aqui para lembrar o caso.

Veja abaixo a nota do Athletico nessa quarta-feira:

“O Athletico Paranaense informa aos seus torcedores que, na data de ontem (16), mais uma vez se surpreendeu negativamente com uma decisão advinda do TJD-PR, proferida pelo Presidente Sr. Adelson Batista de Souza.

Por conta da multa de 50 mil reais, aplicada pelo STJD contra o CAP em razão da “torcida humana”, o Clube apresentou ao Presidente do TJD-PR, com fundamento no art. 176-A, § 2º do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, pedido de conversão da metade da multa em favor do HOSPITAL ERASTO GAERTNER, visando contribuir com a construção de sua ala infantil (‘Erastinho’).

Com base em argumentos não compreendidos e de forma absolutamente não usual, o Presidente do TJD-PR indeferiu o pedido apresentado pelo CAP e, com isso, o valor integral da multa será revertido em favor da Federação Paranaense de Futebol.

Perdeu-se uma grande oportunidade de ajudar mais uma vez quem tanto necessita. O Athletico continuará fazendo a sua parte e apoiando projetos com finalidades sociais.”

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES