Copa Sul-Americana

Athletico vai defender séries invictas contra adversário que nunca venceu estrangeiros

Pablo e Santos comemoram a vitória nos pênaltis sobre o Bahia, em 2018: última derrota no tempo normal pela Sul-Americana
Pablo e Santos comemoram a vitória nos pênaltis sobre o Bahia, em 2018: última derrota no tempo normal pela Sul-Americana (Foto: Arquivo Bem Paraná/Geraldo Bubniak)

O Athletico Paranaense vai defender séries invictas na próxima quarta-feira (dia 28), quando recebe o Metropolitanos, da Venezuela, na Arena da Baixada, pela segunda rodada do Grupo D da Copa Sul-Americana 2021.

A primeira série invicta é da equipe principal como mandante. A última derrota em casa com o 'time A' foi em 12 de dezembro — 1 a 0 para o Atlético-MG, pela 25ª rodada do Brasileirão.

Outra série invicta é dentro da Copa Sul-Americana. A última derrota do clube nessa competição foi em 31 de outubro de 2018, pelas quartas de final, quando a equipe comandada por Tiago Nunes perdeu por 1 a 0 para o Bahia, mas venceu nos pênaltis e avançou às semifinais. Depois, teve mais duas vitórias e dois empates naquela edição, conquistando o título na decisão com o Junior Barranquilla. Em 2021, um jogo e uma vitória sobre o Aucas, no Equador.

Mais uma série invicta. A última derrota para um estrangeiro na Copa Sul-Americana foi em 10 de maio de 2018, com o placar de 2 a 1 para o Newell´s Old Boys, na Argentina, na partida de volta da primeira fase. A equipe era comandada pelo técnico Fernando Diniz. No jogo de ida, na Arena, o Furacão aplicou 3 a 0. Na soma dos placares, o time brasileiro garantiu a vaga para a segunda fase. Ou seja, as duas últimas derrotas na Sul-Americana acabaram não resultando em eliminação.

A última derrota em casa para um estrangeiro na Sul-Americana foi em 30 de setembro de 2008, com o 4 a 3 para o Chivas, do México, pelas oitavas de final. No jogo de ida, houve empate em 2 a 2. Com isso, o Athletico, do técnico Geninho, acabou eliminado.

Já o histórico do Athletico contra venezuelanos é curto. Só encontrou um adversário desse país em competições oficiais, o Caracas, na Copa Sul-Americana de 2018. O time brasileiro venceu os dois duelos pelas oitavas de final e avançou para o título.

O ADVERSÁRIO
Fundado em 2012, o Metropolitanos nunca disputou a Libertadores e joga a Copa Sul-Americana pela primeira vez na história agora, em 2021. Na primeira fase, passou pelo Academia Puerto Cabello, também da Venezuela, vencendo as duas partidas. O primeiro jogo contra um estrangeiro foi pela primeira rodada da fase de grupos, quando perdeu em casa por 3 a 2 para o Melgar, do Peru.

O Metropolitanos estreou na primeira divisão venezuelana em 2014 e acabou rebaixado no ano seguinte. Em 2016, conquistou o único título da sua história, a 2ª divisão nacional.


HISTÓRICO DO ATHLETICO
Em competições da Conmebol

Na Libertadores
7 participações
64 jogos
29 vitórias
10 empates
25 derrotas
91 gols pró
87 gols contra

Na Sul-Americana
8 participações
37 jogos
18 vitórias
8 empates
11 derrotas
50 gols pró
36 gols contra