Publicidade
Mercado da bola

Athletico vê despedida de Camacho e Pedro Henrique

Camacho
Camacho (Foto: Miguel Locatelli / Site oficial do Athletico)

O volante Camacho e o zagueiro Pedro Henrique deixaram o Athletico. Nesta terça-feira (10), ambos postaram mensagens de agradecimento ao clube paranaense em seus perfis em redes sociais. Os dois jogadores estavam no Furacão por empréstimo e retornam ao Corinthians.

Camacho até chegou a manifestar interesse em ficar. Na segunda-feira (9), ele ainda acalentava a ideia de poder renovar o empréstimo por mais um ano. Mas não conseguiu. “Desde o primeiro dia que cheguei no clube, fui muito bem recebido por todos. Foram meses de muito aprendizado, que me fez crescer ainda mais como atleta e como pessoa! Uma experiência que ficará guardada na memória para sempre!”, disse ele, em seu perfil no Instagram, sobre o Athletico. “Obrigado aos amigos pela recepção e pelo convívio diário. Obrigado diretoria, comissão técnica, funcionários do clube e torcida por todo suporte e atenção. Gratidão eterna, furacão!”

Camacho, de 29 anos, jogou pouco no Athletico neste ano – apenas 11 partidas no Brasileirão e cinco na Libertadores – porque teve um problema extracampo: foi flagrado em um exame antidoping durante a disputa da Copa Libertadores. Ficou mais de seis meses sem jogar.

Já Pedro Henrique, 24 anos, não tinha muita perspectiva de ficar no Furacão. O jogador veio por empréstimo e disputou 16 partidas ao todo, entre Brasileirão, Libertadores e Copa Levain. “Aproveito para agradecer ao Athletico pelos ótimos momentos vividos, lá tive a oportunidade de desfrutar momentos inéditos na história do clube”, disse ele, também no Instagram.

A volta de ambos ao Corinthians atende ao desejo do técnico Tiago Nunes, que dirigiu o Athletico neste ano e comandou ambos nas campanhas do Brasileirão e da Copa do Brasil. Nunes vai comandar os dois no clube paulista em 2020. “Felicidade enorme em retornar ao Corinthians, clube que fui campeão Brasileiro e Paulista. Muito honrado também em saber que foi um pedido da diretoria e da comissão técnica, sinal de reconhecimento”, disse Pedro Henrique.

Outro que não vai ficar no clube é o atacante Braian Romero, que vai voltar ao Independiente (Argentina). Para 2020, o Athletico já havia perdido os atacantes Marcelo Cirino e Marco Ruben, que se despediram antes mesmo do fim do Brasileirão.

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES