Na Arena da Baixada

Athletico vira jogo sobre xará goiano, bate recorde e lidera o Brasileirão

(Foto: Franklin de Freitas)

O Athletico Paranaense derrotou o Atlético-GO por 2 a 1 na noite deste domingo (20), na Arena da Baixada, em Curitiba. A partida era válida pela 5ª rodada do Brasileirão. O placar fez o time paranaense bater um recorde pessoal e o colocou na liderança do Brasileirão.

ATUAÇÕES: Quem jogou bem e quem jogou mal na vitória do Athletico sobre o xará goiano

Com o resultado, o Athletico chegou à 4ª vitória seguida no Brasileirão. Nos três jogos anteriores, o time havia derrotado América-MG (1 a 0), Juventude (3 a 0) e Grêmio (1 a 0). No Brasileirão, é a primeira vez que o Furacão consegue quatro vitórias nas quatro primeiras rodadas.  De quebra, é o líder da competição, com 12 pontos. O Fortaleza, vice-líder, tem 11. 

CABEÇA

A chave da vitória do Furacão foi a jogada aérea. Apesar de alguns erros nos cruzamentos, o time garantiu o triunfo ao marcar dois gols de cabeça, com Matheus Babi e Christian.

TÉCNICO

Foi o 15º logo de António Oliveira no comando do Athletico. Nos outros 14 jogos, ele somou 11 vitórias, uma derrota e dois empates pelas competições que disputou (Estadual, Sul-Americana, Copa do Brasil e Brasileirão).

PRÓXIMO JOGO

O Athletico volta a campo na próxima quarta-feira (24), quando enfrenta o Bahia, em Salvador, pela 6ª rodada do Brasileirão. O atacante Matheus Babi, que levou o 3º cartão amarelo, cumpre suspensão.

ESCALAÇÃO

O técnico António Oliveira repetiu a formação vista diante do Grêmio, na rodada anterior. A única diferença era que o uruguaio Terans estava no lugar de Nikão, machucado. O time jogou com 3 zagueiros (Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo), dois alas (Marcinho e Abner), dois volantes (Richard e Christian) e três na linha de ataque (Terans, Matheus Babi e Vitinho). Quando atacava, era no 3-4-3. Quando defendia, formava um 5-4-1.

PRIMEIRO TEMPO

Em casa, o Athletico tentou tomar a iniciativa, mas esbarrou num adversário bem fechado. Para piorar, o time goiano soube aproveitar uma falha do Furacão na saída de bola e Baralhas abriu o placar, aos 13 minutos. Foi o primeiro gol sofrido pelo time paranaense neste Brasileirão. Depois disso, o time da casa tentou apostar em bolas mais longas e cruzamentos, mas sem sucesso. Nenhum deles foi bem aproveitado. Isso até os 43 minutos, quando Marcinho cruzou e Matheus Babi empatou, de cabeça.

SEGUNDO TEMPO

Na etapa final, o Athletico manteve a estratégia de bolas mais longas e cruzamentos para a área. Mas correu riscos diante de um adversário que estava bem fechado e apostava em contra-ataques. Aos 8 minutos, Natanael ganhou da defesa do Furacão, passou por Santos e, com o gol aberto, mandou na trave. Aos 12, Zé Roberto acertou uma bola no travessão. Pouquíssimo tempo depois, João Paulo acertou a rede do lado de fora.

Aos 21 minutos, Oliveira colocou o meia Jadson no lugar de Terans. O time não mudou de posicionamento, Cinco minutos depois, o meia acionou Abner, que cruzou para Christian marcar 2 a 1, de cabeça. Depois do gol, o Athletico teve mais duas chances de gol em jogadas aéreas. Aos 37, saíram Vitinho e Matheus Babi para as entradas de Carlos Eduardo e Renato Kayzer. Aos 43, Cittadini substituiu Christian. O time paranaense soube se segurar e o placar não se mexeu mais.

ESTATÍSTICAS

Ao fim do jogo, o Athletico somou 12 finalizações (3 certas), 49% de posse de bola, 84% de passes certos e 4 escanteios. O Atlético-GO obteve 10 finalizações (3 certas e uma na trave), 51% de posse de bola, 83% de passes certos e 3 escanteios. Os números são do site Sofsacore.  

ATHLETICO 2 x 1 ATLÉTICO-GO

Athletico: Santos; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Zé Ivaldo; Marcinho, Richard, Christian (Leo Cittadini) e Abner; Terans (Jadson), Matheus Babi (Renato Kayzer) e Vitinho (Carlos Eduardo). Técnico: António Oliveira
Atlético-GO: Fernando Miguel; Dudu, Nathan Silva, Oliveira e Igor Cariús (Arthur Gomes); Baralhas (Lucão), Marlon Freitas e João Paulo; Janderson (Andre Luiz), Zé Roberto e Natanael. Técnico: Eduardo Barroca
Gols: Baralhas (13-1º), Matheus Babi (43-1º), Christian 26-2º)
Cartões amarelos: Terans, Matheus Babi, Zé Roberto
Árbitro: Felipe Fernandes de Lima (MG)
Local: Arena da Baixada, domingo

LANCES DO JOGO

PRIMEIRO TEMPO

5 – Vitinho avança pela esquerda, passa por Dudu e cruza rasteiro, Igor corta antes da chegada de Matheus Babi

11 – Natanael chuta e Santos defende

13 – Gol do Atlético-GO. Thiago Heleno toca para Richard no meio-de-campo. Baralhas toma a bola dele, entra na área e chuta no ângulo esquerdo, antes da chegada de Thiago Heleno

15 – Abner cruza. Marcinho cai na área em disputa com Natanael. O Athletico pede pênalti. O árbitro manda seguir

27 – Abner tabela com Vitinho, recebe e cruza rasteiro. Fernando Miguel salta e pega a bola antes dela chegar a Matheus Babi

32 – Richard cruza. Oliveira tenta cortar. A bola assusta e Fernando Miguel consegue defender no canto

33 – Terans cobra escanteio. Thiago Heleno cabeceia por cima do gol

42 – Igor Carius arrisca de longe. A bola sai à direita do gol

43 – Gol do Athletico. Marcinho cruza. Matheus Babi surge na pequena área, ganha de Nathan Silva pelo alto e cabeceia para dentro

SEGUNDO TEMPO

1 – Vitinho cruza. A bola desvia na zaga e o goleiro pega

3 – Marcinho lança. Matheus Babi recebe na direita e toca para tras. Terans finaliza com perigo. A bola sai à esquerda

8 – Natanael é lançado nas costas de Pedro Henrique. Santos sai da área para afastar, mas toca a bola em cima de Natanael. O jogador do Atlético-GO fica com o gol aberto, mas chuta na trave

11 – Marinho bate falta de longe e manda por cima do gol

12 – Abner toca para Christian, que erra. João Paulo toma a bola e rola para Zé Roberto, que bate no travessão

12 – Zé Roberto chuta de fora da área. Santos dá rebote. Janderson rola para João Paulo, que finaliza na rede do lado de fora

16 – Janderson cruza. A bola vai direto a gol e Santos pega

25 – Richard cruza. Fernando Miguel falha pelo alto. Dudu salta antes da bola chegar a Vitinho

26 – Após bate-rebate, Matheus Babi domina a bola na área e finaliza para fora

26 – Gol do Athletico. Abner recebe de Jasdon e cruza. Christian perto da pequena área e cabeceia à esquerda do goleiro

32 – Vitinho avança com a bola, passa por Nathan Silva e chuta. A bola desvia no zagueiro, assusta em sai em escanteio. Após a cobrança, Matheus Babi cabeceia e Fernando Miguel faz grande defesa. Em nova cobrança de escanteio, Richard cabeceia e a bola sai rente à trave direita

50 – Arthur rola para Marlon Freitas, na entrada da área. Ele chuta torto, para fora