Publicidade
Mercado da bola

Athletico vive ‘Dia D’ para fechar com Rogério Ceni e vê crescer concorrência

Rogério Ceni, no curso da CBF
Rogério Ceni, no curso da CBF (Foto: Thays Figueiredo / CBF)

O Athletico terá nesta sexta-feira (13) um “Dia D” para fechar com o técnico Rogério Ceni. Ao menos era esse o prazo que o próprio treinador havia dado para dizer se aceita ou não renovar com o Fortaleza – clube que comandou no último Brasileirão. Se não aceitar, ele fica livre para negociar com o Furacão. Ou com alguns dos concorrentes que apareceram nos últimos dias.

Assim como o Athletico, dois outros clubes também miram o treinador. Um deles é o Atlético-MG, que já havia tentado a contratação dele em abril deste ano, após a saída de Levir Culpi. O clube mineiro voltou à carga depois que Vagner Mancini saiu, há alguns dias. O outro concorrente é o Santos, que não vai renovar com o argentino Jorge Sampaoli.

Nesta semana, Ceni chegou a declarar que não havia recebido nenhuma proposta do Athletico, apenas sondagens. O treinador passou a semana no Curso da Licença PRO da CBF, com aulas e debates na Granja Comary, sede da entidade.

A contratação de Rogério Ceni teria aval do homem-forte do Athletico, Mario Celso Petraglia, que será o próximo presidente do clube – foi aclamado na sexta-feira (6). Segundo o diretor de futebol, Paulo André Bernini, Petraglia se envolve diretamente nas contratações de treinadores. Outros técnicos cotados no Furacão foram Roger Machado (Bahia) e o argentino Sebastian Beccacece (ex-Defensia y Justicia).

Publicidade

Plantão de Notícias

Mais notícias

DESTAQUES DOS EDITORES