Copa do Brasil

Athletico x Avaí: onde assistir, escalações, premiação e séries invictas

Christian: titular contra o Avaí
Christian: titular contra o Avaí (Foto: Arquivo Bem Paraná/Franklin de Freitas)

O Athletico Paranaense enfrenta o Avaí nesta quarta-feira (dia 9) às 19 horas, na Arena da Baixada, na partida de volta da terceira fase da Copa do Brasil. No jogo de ida, em Santa Catarina, houve empate em 1 a 1. O gol como visitante não é critério de desempate. Em caso de nova igualdade no placar, a decisão será nos pênaltis. Quem vencer, avança para as oitavas de final.

A partida será transmitida pelo Premiere (pay per view).

PREMIAÇÃO
Por participar da 3ª fase, o Athletico recebeu cota de R$ 1,7 milhão. Se avançar, garante mais R$ 2,7 milhões, acumulando R$ 4,4 milhões. A cota sobe para R$ 3,4 nas quartas e R$ 7,3 milhões na semifinal. O vice recebe mais R$ 23 milhões e o campeão, mais R$ 56 milhões.

SÉRIES INVICTAS
O time principal do Athletico, comandado pelo português António Oliveira, não perde há oito partidas e não sofreu gols há seis jogos. Foram sete vitórias e um empate desde a última derrota — 1 a 0 para o Melgar, no Peru, pela Sul-Americana. E, de lá para cá, já são seis jogos sem sofrer gol.

Como mandante, a série invicta é maior e começou na temporada 2020. A equipe principal não perde em casa desde 12 de dezembro de 2020 — 1 a 0 para o Atlético-MG, pela 25ª rodada do Brasileirão. Desde então, só a equipe de aspirantes perdeu em casa – para Operário e Londrina, no Paranaense 2021.

PORTUGUÊS
O técnico Antonio Oliveira soma 12 jogos no comando do elenco principal do Athletico na temporada 2021, com 10 vitórias, 1 empate e 1 derrota.

ESCALAÇÃO DO ATHLETICO
Para o duelo com o Avaí, o técnico António Oliveira não terá quatro jogadores. O centroavante Matheus Babi não pode jogar pelo Athletico na Copa do Brasil 2021 porque já atuou por outra equipe na mesma edição (o Botafogo), o que é vetado pelo regulamento.

O lateral-esquerdo Abner está com a seleção brasileira olímpica, que jogou um amistoso nessa terça-feira (dia 8) e dificilmente terá condições de atuar nesta quarta-feira (dia 9).

Outras duas baixas são por lesão. O zagueiro Lucas Halter, com uma contusão no pé, só volta a jogar em 2022. O volante/lateral Erick (coxa esquerda) está na fase final de recuperação.

Com isso, a provável contra o Avaí, no esquema tático 4-2-3-1, é Santos; Khellven, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard e Christian; Nikão, Jadson e Vitinho (Carlos Eduardo); Renato Kayzer.

ESCALAÇÃO DO AVAÍ
O técnico Claudinei Oliveira poupou o lateral-direito Edílson (34 anos, ex-Athletico-PR, Grêmio e Cruzeiro), o meia Giovanni (27 anos, ex-Coritiba) e o atacante Júnior Dutra (33 anos) no jogo de domingo, contra o Vila Nova, pela Série B. Os três retornam para enfrentar o Athletico. O treinador vem usando o esquema tático 4-1-4-1, com Bruno Silva (34 anos, ex-Athletico-PR e Botafogo) como único volante. A linha de quatro do meio-campo tem dois extremos (Junior Dutra e Vinícius Leite) e dois meias centralizados (Giovanni e Lourenço).

JEJUM
O Athletico não conseguiu vencer o Avaí nos últimos quatro encontros. Além do empate em 1 a 1 no jogo de ida, na semana passada, os dois empataram em 0 a 0 na última rodada do Brasileirão 2019. Na 19ª rodada daquela Série A, em 2019, o Furacão de Tiago Nunes escalou reservas e perdeu por 1 a 0, na Arena da Baixada. A última vitória do Athletico sobre o Avaí foi pelo Brasileirão de 2017, por 5 a 0, na Arena da Baixada, sob o comando do técnico Fabiano Soares. A goleada veio com dois gols do meia Guilherme, dois do volante Eduardo Henrique e um gol contra (Capa).

ATHLETICO x AVAÍ
Athletico: Santos; Khellven, Pedro Henrique, Thiago Heleno e Nicolas; Richard e Christian; Nikão, Jadson e Vitinho (Carlos Eduardo); Renato Kayzer. Técnico: António Oliveira
Avaí: Glédson; Edílson, Alan Costa, Alemão e Diego Renan; Bruno Silva; Lourenço (Marcos Serrato), Giovanni, Vinícius Leite e Renato (Júnior Dutra); Getúlio (Jonathan). Técnico: Claudinei Oliveira
Árbitro: Marielson Alves Silva (BA)
Local: Arena da Baixada, quarta-feira às 19 horas
TV: Premiere