Atlético-MG confirma despedida do goleiro Victor em jogo contra URT neste domingo

O Atlético-MG confirmou neste sábado que a partida contra a URT, neste domingo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela primeira rodada do Campeonato Mineiro, será a última do goleiro Victor com a camisa alvinegra. O clube prepara uma série de homenagens ao jogador que ganhou apelido de santo depois de grandes atuações na conquista da Copa Libertadores, em 2013.

"São" Victor tem 38 anos. Nascido no interior paulista, iniciou a sua carreira nas categorias de base do São Paulo. Depois, se transferiu para o Paulista, de Jundiaí (SP), onde conquistou sob o comando do técnico Vagner Mancini o título da Copa do Brasil de 2005. Antes, em 2002, teve uma breve passagem pelo Ituano, que venceu o Campeonato Paulista daquele ano.

Seu primeiro clube grande na carreira foi o Grêmio, onde chegou em 2008 e teve suas primeiras convocações para a seleção brasileira. Em 2009, disputou jogos das Eliminatórias da Copa de 2010 e a Copa das Confederações, sob o comando do técnico Dunga. O goleiro, porém, acabou ficando de fora da lista final para o Mundial, disputado na África do Sul. Mais tarde, voltou a ser chamado para amistosos pelo treinador Mano Menezes. Em 2014, chegou ao auge: foi convocado por Luiz Felipe Scolari para a Copa do Mundo, sediada no Brasil.

Ainda na equipe gremista, Victor conquistou um único título: o Campeonato Gaúcho de 2010. Em junho de 2012, acertou a sua transferência para o Atlético-MG. No clube mineiro, virou ídolo e acumulou diversos títulos. Foram quatro edições do Campeonato Mineiro (2013, 2015, 2017 e 2020) e a inédita Copa do Brasil em 2014, sobre o rival Cruzeiro. E ainda teve a Copa Libertadores, onde fez defesas impressionantes que ajudaram a equipe a chegar ao título. Jogos contra Tijuana, do México, e Newell's Old Boys, da Argentina, foram marcantes para o goleiro e a torcida atleticana. Ele também conquistou a Recopa Sul-Americana de 2014, disputada contra o argentino Lanús.

Por meio de seu site oficial, o Atlético-MG confirmou a despedida de Victor dos gramados. O goleiro não poderá contar com o apoio da torcida, uma vez que as restrições devido à pandemia de covid-19 impedem o ingresso de torcedores aos estádios. "O Atlético-MG prestará homenagem ao goleiro Victor, carinhosamente chamado de São Victor. A partida marcará a despedida do goleiro, que se tornou um dos maiores ídolos do Clube em todos os tempos", disse a nota publicada pelo clube.

Neste domingo, Victor completa 424 jogos com o uniforme do Atlético-MG. A bola rola às 18h15, no Mineirão, um dos palcos preferidos do goleiro.