Atlético-PR quer se aproveitar de má fase do Inter para fazer história

Atlético-PR e Internacional se enfrentam na próxima quinta-feira (26), no Estádio do Vale, em Novo Hamburgo. O confronto colocará frente a frente o terceiro e o quinto colocados do Brasileiro. Para conquistar a vitória fora de casa e se aproximar da inédita semi-final, o Furacão quer se aproveitar da má fase do rival, que nas últimas 15 partidas no nacional venceu apenas quatro, perdeu outras quatro e empatou em sete ocasiões.

Na situação que o Inter está, costuma faltar confiança aos jogadores. Por medo de errar e ser vaiado pela torcida, eles pensam muito na hora de dar um passe. Temos que aproveitar. Vamos fazer um jogo inteligente, buscando a vitória, afirmou o goleiro Weverton.

Um resultado positivo no Rio Grande do Sul deixaria o Atlético-PR mais perto da inédita semi-final na Copa do Brasil, competição que o Internacional conquistou em 1992. Esta também será a primeira vez que paranaenses e gaúchos se enfrentarão pela competição.

Se levado em consideração o histórico, o Internacional será amplamente favorito para este primeiro confronto. Atlético-PR e Internacional se enfrentaram 21 vezes com o mando de campo a favor do colorado. Foram apenas duas vitórias rubro-negra e nove empates, enquanto o Inter foi vencedor em dez ocasiões. O Atlético-PR, inclusive, não vence os gaúchos fora de casa desde 1998.

Invertendo-se o mando, inverte-se também a superioridade: foram 19 confrontos com mando do Atlético-PR, que saiu vencedor em 10 ocasiões, empatou em outras três e perdeu seis. Os paranaenses não perdem diante de sua torcida para os gaúchos desde 2007.

No primeiro turno do Brasileiro, a partida entre as equipes, disputada no dia 11 de agosto, no Estádio do Vale, acabou empatada em 2 a 2. Juan e Otávio, pelo Internacional, e João Paulo e Éderson, pelo Atlético-PR, construíram o placar.